Encerramento da Semana de Moda Digital em Milão

·1 minuto de leitura
Vídeo da coleção primavera-verão 2021 da Semana de Moda digital em Milão, em 16 de julho de 2020
Vídeo da coleção primavera-verão 2021 da Semana de Moda digital em Milão, em 16 de julho de 2020

A "Milano Digital Fashion Week" terminou nesta sexta-feira (17) com as apresentações de Missoni, Zegna e Gucci, que exibiram ao vivo por 12 horas para seus seguidores.

Para este "epílogo da Gucci", o diretor artístico Alessandro Michele escolheu designers da casa para apresentar sua coleção primavera-verão 2021, criada com um espírito florido e hippie.

Ermenegildo Zegna celebrou o 110º aniversário da marca desfilando pelos jardins e depois no telhado do local do grupo em Piamonte, enquanto Missoni descreveu a história da família e sua paixão pelas cores.

Cerca de quarenta marcas, incluindo Prada, Tod’s, Salvatore Ferragamo e Philipp Plein, responderam ao convite para participar desta Fashion Week híbrida.

Devido à pandemia de coronavírus, apenas duas marcas, Dolce & Gabbana e Etro, optaram por desfiles físicos ao ar livre, com medidas de saúde rigorosas, como o uso de máscaras e o distanciamento física, entre outras.

As outras marcas apresentaram vídeos muito diferentes.

Ambiente adolescente para MSGM, refinado e chique para Prada, show do rapper AJ Tracey para Versace, história da casa para Salvatore Ferragamo, e descoberta do processo criativo em seus estúdios para Tod’s, na companhia de seu diretor criativo Walter Chiapponi.

Entre os filmes de maior sucesso, está o curto e eficaz de Dsquared2. Os gêmeos canadenses Dean e Dan Caten aparecem como mestres de cerimônias em um estúdio cinematográfico, com uma primeira parte em preto e branco, vestindo ternos com gravatas retrô e smokings, e a segunda em cores, com uma coleção de verão de roupa casual.

Ambiente incomum também para M1992, que mostrou seus modelos em uma espécie de hospital psiquiátrico pós-COVID-19, e jovens com fobias, algumas muito raras, como o medo de flores.