Empresária dá resposta comovente a pai com filho deficiente que queria ir ao seu bar

Reprodução/Facebook Steve Adams

A intolerância é um problema que ainda assola a sociedade atual e um dos grupos que sofrem com o preconceito é o de pessoas com necessidades especiais. Steve Adams é um dos pais que presenciou cenas de descaso com seu filho Matthew, que é autista e se locomove em uma cadeira de rodas.

Leia mais: Barbeiro tem a melhor solução para acalmar pequeno cliente com autismo

Ao tentar ir a um bar em Sheffield, na Inglaterra, Steve quis ter certeza de que seu filho entraria sem problemas no local. Ele escreveu para a dona do estabelecimento perguntando se haveria algum inconveniente caso levasse Matthew ao The Barrel Chapeltown.

A dona do bar, Steph Tate, ficou tão surpresa com a dúvida de Steve que resolveu fazer um post falando sobre como é absurdo que pessoas desrespeitem uma criança com necessidades especiais.

“Ontem um pai veio até mim me perguntar se seu filho na cadeira de rodas poderia vir ao bar. Eu fiquei confusa com o motivo que o fez querer perguntar e este homem me explicou que seu filho às vezes faz barulhos altos e balança os bracinhos. Isso já gerou comentários de pessoas anteriormente quando ele levou o menino para sair. Partiu meu coração o fato de um pai sentir a necessidade de perguntar se seu filho poderia estar em meu bar como qualquer outra pessoa”, diz no início do texto.

Reprodução/Facebook The Barrel Chapeltown

Ela segue dizendo que isso a fez pensar em quantas pessoas sofrem com a mesma situação. “Todo mundo é bem-vindo em meu bar e ajuda sempre será oferecida por toda a minha equipe. Se você está sentado em casa com uma criança deficiente, parceiro ou amigo e sente intimidado em levá-los a qualquer lugar por conta do medo de ouvir comentários dos outros, por favor se sinta à vontade em trazê-los aqui”.

Leia mais: Internauta ofende cadeirante e recebe a melhor resposta

Steph finaliza afirmando que qualquer forma de preconceito será banida de seu bar. “Se eu ver qualquer pessoa fazendo comentários negativos ou sendo desrespeitosos, eu pedirei para que eles se retirem e não você”.