Emma Watson nega que personagem sofra relação abusiva em 'A Bela e a Fera'

(Foto: Divulgação/Disney)
(Foto: Divulgação/Disney)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – Após polêmicas na internet, a atriz Emma Watson se manifestou durante entrevista à revista “Entertainment Weekly” diante teorias que a personagem da Disney, Bela, de “A Bela e a Fera”, sofra Síndrome de Estocolmo.

Nomeada pela ONU Mulheres como Embaixadora da Boa Vontade, Watson disse que se preocupou antes de aceitar o papel e estudou sobre a possível síndrome. Segundo a atriz, a personagem não se encaixa no perfil de alguém que sofra Síndrome de Estocolmo, condição na qual a vitima passa a ter simpatia e até mesmo sentimento de amor ou amizade por seu agressor. “Bela discute e discorda da Fera constantemente. Ela não tem nenhuma característica de alguém com a Síndrome de Estocolmo porque ela mantém a sua independência mental e ataca tanto quanto é atacada”, afirmou.

Watson revelou que na história de “A Bela e a Fera” o que lhe encanta mais é o relacionamento que foi construído diante de uma amizade. “Eu acho isso mais significativo do que outras histórias de amor à primeira vista”, disse a atriz. O filme “A Bela e a Fera” tem a estreia prevista para o dia 16 de março.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos