Em meio à pandemia de coronavírus, 92% das salas de cinema do Brasil fecham

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Decisões de fechar salas de cinema para frear o avanço do coronavírus no Brasil começaram nas regiões mais afetadas pela doença, notadamente em São Paulo, onde algumas redes tomaram essa iniciativa, e no Rio de Janeiro e Brasília, por determinação das autoridades.

Mas com o rápido crescimento dos números de infectados no Brasil, outros estados também passaram a recomendar a suspensão desse tipo de atividade, o que fez com que 92% das salas de cinema do país fechassem, de acordo com o Filme B.

Especializado em dados da indústria cinematográfica no país, o portal anunciou os números em suas redes sociais. Além disso, informou ainda que menos de 800 pessoas foram aos cinemas nesta quinta-feira (19).

O blockbuster "Bloodshot" contou com apenas dois espectadores em cada cinema, em média.