Em jogo acirrado, Fluminense empata com a Chape no Brasileiro Sub-20

LANCE!
·2 minuto de leitura


O Fluminense lutou até o fim, mas só ficou no empate em 1 a 1 com a Chapecoense em jogo dramático pela décima-sexta rodada do Campeonato Brasileiro Sub-20. Em partida acirrada nesta quinta-feira nas Laranjeiras, a Chape abriu o placar em cobrança de falta de Rafa mas, nos acréscimos, Luan Brito, que havia saído do banco, balançou a rede e garantiu a igualdade.

Com o resultado, o Tricolor vai a 30 pontos e Chape, para 15 pontos. Os catarinenses voltam a campo neste domingo, quando recebe o Athletico-PR no CT Água Amarela, às 15h30. O Flu, por sua vez, mede forças na próxima segunda-feira com o Atlético-MG, também às 15h30.

O JOGO

O Fluminense teve leve superioridade na etapa inicial nas Laranjeiras. Além de depositar as fichas em investidas de Marcos Pedro e Gabriel Teixeira, a equipe mais uma vez contava com a grande participação de John Kennedy nas jogadas de área. O atacante chegou a balançar a rede aos 18 minutos após cobrança de escanteio, mas a jogada foi anulada por um toque de mão em uma dividida anterior.

Enquanto isto, a Chapecoense aproveitava espaços nas laterais do Tricolor das Laranjeiras e levava perigo com avanços de João Cominetti e Mancha. Rafa fez Thiago se desdobrar para evitar cobrança de falta. Após a volta da parada técnica, Miguel e Gabriel Teixeira encontraram mais espaço para arriscar finalizações, mas não tiveram sucesso diante de Pavan. Já John Kennedy se desdobrou, mas pecou nas tomadas de decisão.

A Chape aumentou sua intensidade ofensiva na volta do intervalo e criou chances com Bagé e David. Porém, foi o Fluminense que levou perigo em sua primeira investida: Miguel desceu pela direita e bateu rasteiro, forçando Igor Pavan a espalmar. Em bola alçada da equipe catarinense, João Cescu testou rente à trave diante de Thiago batido. Os tricolores responderam quando Edinho surgiu livre na área e mandou para fora.

Após a parada técnica, as arrancadas de Gabryel Martins e os passes de Gabriel Teixeira foram os trunfos para o Tricolor das Laranjeiras tentar furar o bloqueio adversário. No entanto, além de John Kennedy ter caído de rendimento, equipe pecava no último passe.

Aos poucos, a Chape foi ganhando espaço e obrigou Thiago a sair da área para evitar conclusão de Paulista. Com a velocidade de Ruan, a equipe catarinense levou perigo em investidas. Até, na reta final, o gol surgir: Rafa cobrou falta traiçoeira, a barreira abriu e Thiago pulou atrasado: 1 a 0.

O Fluminense partiu para o "abafa", apostando em cruzamento e assustando em tentativas de Kauã e Gabryel Teixeira. Mas o gol de empate veio de dois jogadores que saíram do banco nos acréscimos. Eduardo cruzou e Luan Brito surgiu livre na área para desviar para as redes, garantindo um salvador empate em 1 a 1.