Em filme póstumo, Fernanda Young é exaltada pelo elenco: "De uma inteligência única"

Eriberto Leão e Fernanda Young em
Eriberto Leão e Fernanda Young em "Maior que O Mundo". Foto: Divulgação/Silvia Zomboni

Resumo da notícia:

  • Fernanda Young vive apresentadora de TV em cenas inéditas de filme gravado antes de sua morte

  • Em entrevista ao Yahoo, Eriberto Leão e Luana Piovani falam sobre a presença dela no longa

  • "Maior que O Mundo" chega aos cinemas nesta quinta-feira (18)

Autora de sucessos como "Os Normais", "Minha Nada Mole Vida" e "Shippados", Fernanda Young pode ser vista em um último trabalho inédito nas telas antes de ter nos deixado. A escritora, que morreu em 25 de agosto de 2019, vítima de uma parada cardíaca, deixou uma participação gravada em "Maior que O Mundo", filme estrelado por Eriberto Leão e Luana Piovani com estreia marcada para a próxima quinta-feira (18).

Na trama, Fernanda vive uma apresentadora de TV, assim como fez em vida, e entrevista o escritor Kbeto, vivido por Eriberto Leão. Sua atuação traz a excentricidade de uma personagem que se confunde com sua personalidade fora da ficção - uma amostra breve para matar um pouco da saudade de sua arte.

Em entrevista ao Yahoo, Eriberto e Luana comentam sobre a experiência de dividir um longa com a escritora renomada e conhecida pela irreverência de suas obras. "Já tinha encontrado com ela algumas vezes, mas muito rapidamente. Sou muito fã do trabalho dela, muito fã da escrita dela. A gente filmou dois, três dias, e eu fiquei completamente encantado por ela", relata o ator. "A gente se deu muito bem. Ficava minutos, horas, escutando ela nos intervalos e gostaria de ter ficado muito mais", completa.

O protagonista do filme ainda exalta a colega de elenco ao defini-la como uma mulher singular de inteligência única e reflete sobre ter participado de um de seus últimos trabalhos, senão o último de sua carreira no audiovisual. "Gosto muito da pessoa que é o que realmente é e a Fernanda Young era única mesmo. Então, é uma grande honra ela estar eternizada num filme do qual eu faço parte", declara.

Luana destaca o impacto da ausência de Fernanda Young no entretenimento brasileiro. “São essas almas artísticas que fazem falta e que, infelizmente, já não vejo muita multiplicação. Não vejo a nova geração trazendo esse tipo de questionamento", reflete ao dizer que guarda a amiga numa caixa especial dentro do coração.

Ao falar sobre Fernanda, Eriberto ainda pontua que "Maior que O Mundo" é um filme com o poder das mulheres, em que todas mandam no protagonista. "Ele é um marionete das mulheres. O Reinaldo consegue tratar de várias questões masculinas de uma forma muito feminina. O mundo tem que caminhar para o feminino mesmo. É a nossa única salvação”, conclui.

"Maior que O Mundo"

Escrito por Reinaldo Moraes, o filme é centrado no escritor Kbeto, vivido por Eriberto Leão, que enfrenta uma crise de bloqueio criativo, e abastece sua vida com sexo, drogas e rock and roll na capital paulista até se apropriar do diário perdido do anão Altair e sofrer as consequências desse plágio. Dirigido por Roberto Marquez, "Maior que O Mundo" chega aos cinemas no próximo dia 18 de agosto. Confira o trailer: