Em depoimento, Johnny Depp diz que não reprisaria Jack Sparrow "por nada no mundo"

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·2 min de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Johnny Depp no tribunal em processo contra a ex-esposa Amber Heard.
Johnny Depp no tribunal em processo contra a ex-esposa Amber Heard. Foto: Steve Helber/Pool via REUTERS

Resumo da notícia:

  • Em depoimento, Johnny Depp diz que não reprisaria Jack Sparrow nem por US$ 300 milhões

  • Ator confessou que "nada nesse mundo" o faria estrelar "Piratas do Caribe" de novo

  • Ele já havia revelado que não viu os filmes da franquia apesar de ter sido protagonista

Johnny Depp confessou que não viveria Jack Sparrow novamente durante depoimento no processo de difamação contra a ex-esposa, Amber Heard. No Tribunal do Condado de Fairfax, na Virgínia, nos Estados Unidos, o ator disse que não reprisaria o papel nem se a Disney oferecesse US$ 300 milhões.

Apesar de ter sido indicado ao Oscar de Melhor Ator em 2003, Depp contou que “nada nesse mundo” o faria retornar à franquia de filmes. Vale lembrar que ele assumiu o papel do Capitão Jack Sparrow por cinco longas, lançados entre 2003 e 2017, o que inclui as sequências "O Baú da Morte" (2006), "No Fim do Mundo" (2007), "Navegando em Águas Misteriosas" (2011) e "A Vingança de Salazar" (2017).

A fala pareceu controversa já que o ator responsabiliza Heard pela perda do personagem. A partir disso, Ben Rottenborn, o advogado da artista, rebateu a fala do astro das telonas ao questioná-lo sobre o assunto.

“O fato é, Sr. Depp, se a Disney chegasse a você com US$ 300 milhões e um milhão de alpacas, nada neste mundo o faria voltar e trabalhar com eles em outro filme de Piratas do Caribe. Correto?”, interrogou o advogado. “Isso é verdade, Sr. Rottenborn", respondeu Depp.

Ainda no tribunal, o ator chegou a dizer que não viu os filmes de "Piratas do Caribe" mesmo sendo o protagonista dos quatro longas. "Eu não vi. Mas acredito que o filme foi muito bem, aparentemente, e eles queriam continuar, fazendo mais e eu estava bem em fazer isso. Não é como se você se tornasse essa pessoa, mas se você conhece esse personagem na medida em que eu conhecia; porque ele não era o que os escritores escreveram, então eles realmente não foram capazes de escrever para ele", declarou o ator.

Em três horas de depoimento, Johnny Depp admitiu que ele e Heard discutiam apesar de reforçar que nunca a agrediu. O astro das telonas define como "choque completo" o que sentiu quando a ex-esposa fez acusações públicas de violência doméstica contra ele há seis anos.

Ouça o Pod Assistir, podcast de filmes e séries do Yahoo:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos