Elvis Costello vai parar de cantar música por causa de termo racista

·2 min de leitura
LONDON, ENGLAND - NOVEMBER 16: Elvis Costello attends the UK Premiere of
Elvis Costello posa para os fotógrafos em evento realizado em novembro de 2021 (Foto de Dave J Hogan/Getty Images)

Resumo da notícia:

  • Elvis Costello decide não tocar mais "Oliver's Army", um dos seus maiores hits

  • Música é chamada de racista por causa do termo "white nigger"

  • "Se eu escrevesse essa música hoje, talvez pensaria duas vezes sobre [a letra]", diz ele

Elvis Costello decidiu não tocar mais "Oliver's Army", um dos maiores hits da sua carreira. Em entrevista ao The Telegraph, o cantor explicou que tomou a decisão por causa do termo considerado racista "nigger" na letra da música.

"Se eu escrevesse essa música hoje, talvez pensaria duas vezes sobre [a letra]", disse ele. Na música, presente no álbum 'Armed Forces', ele canta, em inglês, "Only takes one itchy trigger / One more widow, one less white nigger”.

O trecho pode ser traduzido como "só precisa de um gatilho nervoso/ Mais uma viúva, um mano/negro (nigger) branco a menos". O trecho isolado é facilmente interpretado como racista, mas é fruto de um contexto histórico que torna as coisas mais complexas.

A música fala sobre os conflitos religiosos na Irlanda do Norte, onde católicos eram chamados muitas vezes de "white nigger". Na entrevista, Costello, no entanto, diz que está cansado de explicar as suas motivações ao escrever a letra da canção.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Google News

 [Mas] era assim [white nigger] que meu avô era chamado no exército britânico — é historicamente um fato. Mas as pessoas ouvem essa palavra, se irritam e me acusam de algo que não foi minha intenção", finalizou.

Recentemente, Costello até pensou em criar um verso novo para a música, mas acabou desistindo da ideia. Atualmente, "Oliver's Army" tem tido o trecho omitido em execuções nas rádios - algo que irrita muito o músico de 67 anos.

"Eles estão deixando pior ao censurar, com certeza. Porque assim eles estão destacando. Só não toquem a música!", implorou Costello na entrevista. Abaixo, relembre a música e o cover feito pelo Raimundos no disco "Lapadas do Povo".

Ouça o Pod Assistir, podcast de filmes e séries do Yahoo:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos