Elton John demite funcionários e colegas de banda depois de ter turnê cancelada

1 / 3

Elton John e Davey Johnstone.jpg

Elton John e o guitarrista Davey Johnstone: parceria não resistiu à pandemia

Elton John tomou um prejuízo de 60 milhões de libras, o equivalente a 395 milhões de reais, depois que o novo coronavírus o forçou a cancelar sua turnê de despedida, programada para este ano. Segundo o jornal ingles Daily Mail, o cantor e seu marido, o diretor de cinema David Furnish, já têm fortuna estimada em 2,5 bilhões de reais, mas contavam com o dinheiro para se aposentarem.

O fim da turnê resultou na demissão de parceiros de longa data de Elton John, como o guitarrista Davey Johnstone e o baterista Nigel Olsson.

Vários funcionários domésticos da mansâo do astro avaliada em 20 milhões de libras, na cidade americana de Atlanta, também foram dispensados. Elton John e David Furnish, no entanto, continuam mantendo o mesmo padrão de vida de antes da pandemia. Na semana passada, voaram de volta para a Inglaterra de Los Angeles em um jato particular. Segundo o jornal Sunday Times, acredita-se que John esteja avaliando se precisará fazer mais economias e, se sim, onde.

Até agora, 34 datas de sua turnê Farewell Yellow Brick Road nos EUA foram canceladas ou adiadas, e é cada vez mais provável todos os 48 shows programados para ocorrer entre setembro a dezembro também sejam

Inicialmente, os empregados foram informados de que receberiam 80% de seus salários com o esquema estabelecido pelo governo inglês, mas o cantor decidiu que iria pagar o próprio bolso."A turnê estava prevista para ganhar mais de 60 milhões de libra este ano. Essa receita literalmente desapareceu da noite para o dia ', disse uma fonte próxima ao artista veterano. 'Ninguém esperava isso'.