Elon Musk, mais rico do mundo, revela plano para ‘salvar a Terra’

Marcus Couto
·1 minuto de leitura
Elon Musk. (Foto: HANNIBAL HANSCHKE / POOL / AFP via Getty Images)
Elon Musk. (Foto: HANNIBAL HANSCHKE / POOL / AFP via Getty Images)

O empreendedor bilionário Elon Musk, executivo-chefe e cofundador da fabricante de carros elétricos Tesla, já atua há anos no sentido de resolver o que é, na visão dele, um dos maiores problemas da humanidade: o consumo descontrolado de combustíveis fósseis e suas consequências desastrosas para o equilíbrio da ecologia planetária.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Finanças no Google News

A própria Tesla, que fabrica exclusivamente carros elétricos, além de painéis solares, é uma resposta a esse problema.

Leia também:

Em entrevistas, Musk chegou a classificar o processo de extração descontrolada de combustíveis fósseis do fundo da Terra e sua transferência para a atmosfera (após queima em motores) como “o experimento mais insano da humanidade”.

Agora, ele está em busca de ajudar a reparar um pouco dos danos causados por décadas de exploração que resultam hoje na aceleração do desequilíbrio climático no mundo.

Musk, que é atualmente o homem mais rico do mundo, anunciou um prêmio no valor de US$ 100 mil para “a melhor tecnologia de captura de carbono” – ou seja, que seja capaz de retirar da atmosfera o carbono já emitido e acumulado.

O anúncio foi feito em sua página no Twitter:

Recentemente, o segundo homem mais rico, e “rival” de Musk nos negócios, Jeff Bezos, anunciou uma doação massiva no valor de US$ 10 bilhão para um fundo de combate às mudanças climáticas.

Musk garantiu para semana que vem detalhes mais aprofundados do prêmio.

Assine agora a newsletter Yahoo em 3 Minutos

Siga o Yahoo Finanças no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube