Elon Musk culpa 'grupos ativistas' por queda em receita do Twitter; declaração vem após demissão de metade da equipe da empresa

O bilionário Elon Musk, que recentemente adquiriu o Twitter para evitar um processo, relatou, nesta sexta-feira (04), que a receita da empresa teve uma "queda imensa", e atribuiu a culpa a "grupos ativistas".

"O Twitter teve uma queda imensa em receita, devido a grupos ativistas que pressionam patrocinadores, mesmo que nada tenha mudado com a moderação de conteúdo e fizemos tudo para apaziguar os ativistas", diz o dono da Tesla e SpaceX em uma publicação no Twitter. "Muito errado isso! Eles estão tentando destruir a liberdade de expressão na América."

A declaração vem após Musk demitir cerca de metade da equipe do Twitter, entre a última quinta-feira (03) e esta sexta -- o Bloomberg relata que o número é de aproximadamente 3.700 empregos. De acordo com fontes anônimas ao Politico, os funcionários não receberam um aviso prévio e foram pegos de surpresa. As demissões teriam acontecido por meio de um email.

Desde que assumiu a chefia do Twitter, Musk demitiu diversas pessoas de alto escalão da empresa, anunciou uma taxa mensal para ter o selo de verificado na rede social e planeja trazer paywalls para vídeos, o que significa que alguns vídeos exigirão que um va...

Elon Musk culpa 'grupos ativistas' por queda em receita do Twitter; declaração vem após demissão de metade da equipe da empresa
Leia Mais

Elon Musk pode introduzir vídeos com paywall no Twitter
Elon Musk cobrará mensalidade por verificação no Twitter, mesmo para quem já é verificado, aponta rumor
Elon Musk demite CEO e outros executivos do Twitter após aquisição da empresa