Elon Musk coloca à venda mansão de R$ 189 milhões

·1 minuto de leitura

Resumo da notícia:

  • Dono da Tesla colocou à venda sua mansão em São Francisco.

  • Executivo disse que planeja levar uma vida mais simples.

Elon Musk, um dos homens mais ricos do mundo, colocou sua mansão à venda. A propriedade do dono da fabricante de carros Tesla fica em São Francisco, nos Estados Unidos, e foi listada por US$ 37, milhões, cerca de R$ 189 milhões.

Leia também:

Em maio, o bilionário anunciou que venderia todos seus imóveis, e iria cumprir sua promessa de levar uma vida mais simples e investir na colonização de Marte. A propriedade localizada no sul da cidade norte-americana voltou para o mercado imobiliário, após uma tentativa frustrada de venda em novembro.

Essa é a última casa na lista de imóveis do empresário, e até então, a mansão estava sendo alugada para eventos. São nove quartos, nove banheiros, 4876 metros quadrados de área construída, 19 hectares de terreno, vista da baía de São Francisco, piscina e trilhas para caminhadas.

“Decidi vender minha última casa restante. Só precisa ir para uma família grande que vai morar lá. É um lugar especial”, publicou o empresário no Twitter. Elon Musk é o nome por trás da empresa Tesla, de carros elétricos, e a SpaceX, com a qual pretende reduzir o custo das viagens espaciais e colonizar outros planetas, isso sem falar da sua participação em outros empreendimentos, a exemplo da SolarCity, de energia solar, e a Neuralink, de dispositivos para ler o cérebro.

O sul-africano, que já ostentou o título de homem mais rico do mundo, atualmente ocupa o terceiro lugar, com um patrimônio avaliado em US$ 146,7 bilhões (R$ 742 bilhões).

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Google News

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos