Elizabeth Olsen apoia Scarlett Johansson em processo contra a Disney

·2 minuto de leitura
Elizabeth Olsen - Agência Famous credit:Bang Showbiz
Elizabeth Olsen - Agência Famous credit:Bang Showbiz

Elizabeth Olsen demonstrou solidariedade a Scarlett Johansson em seu processo contra a Disney.

Scarlett entrou com uma ação judicial contra a gigante do mundo do entretenimento por lançar o filme 'Viúva Negra' em sua plataforma de streaming e nos cinemas ao mesmo tempo. A beldade alegou que a decisão da Disney é uma violação de contrato, pois impacta negativamente em seu salário.

Agora, Elizabeth - colega de elenco de Scarlett - comentou que está “preocupada” com o posicionamento da multinacional, porque acha que isso influenciará no número de pessoas que irão aos cinemas, o que, consequentemente, pode afetar a economia local.

"Estou preocupada com um monte de coisas. Não estou preocupada em nome de Scarlett. Mas com os pequenos negócios e filmes de baixa produção. Isso já era uma realidade antes da COVID. Quero continuar vendo longas nas telonas. Então eu me preocupo com isso e com as pessoas que mantém esses cinemas vivos. Além disso, não sei como esses lugares estão financeiramente. Espero que haja algum tipo de solução", desabafou Elizabeth.

A atriz elogiou a atitude de Scarlett e descreveu a artista como "durona".

“Quando se trata de atores e seus lucros, são os contratos que contam. Portanto, ou está no acordo ou não. Eu acho Scarlett muito batalhadora e, quando fiquei sabendo de tudo, soltei um ‘Parabéns, Scarlett’”, acrescentou Elizabeth em entrevista à ‘Vanity Fair’.

Scarlett alega que seu contrato com a Disney estabelecia que o longa da Marvel seria lançado exclusivamente nos cinemas e que seu salário estava vinculado ao desempenho do filme nas bilheterias. Logo, ao disponibilizar o material no serviço de streaming, a Disney teria desmotivado o público de conferir o sucesso nas telonas e possivelmente afetado o lucro da atriz com o projeto.

A Disney, por sua vez, respondeu às reivindicações de Scarlett, afirmando que "não há mérito" na ação judicial. A empresa não parou por aí e condenou as ações da beldade, lamentando o "descaso da estrela com relação aos terríveis efeitos globais da atual pandemia".

"Não há mérito algum neste processo. A ação é especialmente lamentável e triste em seu desrespeito obstinado aos terríveis e prolongados efeitos globais da pandemia COVID-19", dizia um comunicado emitido pela Disney à imprensa.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos