Eleições 2022: Bolsonaro quebra silêncio após 44 horas e não menciona Lula

O atual presidente Jair Bolsonaro fez um pronunciamento nesta terça-feira (01) após mais de 44 horas da derrota na eleição presidencial que aconteceu no último domingo (30). Sem reconhecer a vitória do seu adversário, Luiz Inácio Lula da Silva, no seu discurso de dois minutos, o chefe do Executivo destacou seu compromisso com a Constituição, agradeceu os votos dos seus eleitores e comentou as manifestações que estão acontecendo em todo o Brasil, negando a derrota de Bolsonaro e bloqueando rodovias.

"Quero começar agradecendo os 58 milhões de brasileiros que votaram em mim no último dia 30 de outubro. Os atuais movimentos populares são fruto de indignação e sentimento de injustiça de como se deu o processo eleitoral. As manifestações pacíficas sempre serão bem-vindas, mas os nossos métodos não podem ser os da esquerda, que sempre prejudicaram a população, como invasão de propriedade, destruição de patrimônio e cerceamento do direito de ir e vir", começou.

Em seguida, ressaltou seus valores e a presença política da direita no Congresso: "A direita surgiu de verdade em nosso país. Nossa robusta representação no Congresso mostra a força dos nossos valores: Deus, pátria, família e liberdade. Formamos diversas lideranças pelo Brasil. Nossos sonhos seguem mais vivos do que nunca. Somos pela ordem e pelo progresso. Mesmo enfrentando todo o sistema, superamos uma pandemia e as consequências de uma guerra".

No mesmo discurso, Bolsonaro fala...

Leia +


Leia +

Klara Castanho quebra silêncio após polêmica com estupro: "Me cuidando"
Anitta revela voto em Lula nas Eleições e detona eleitores de Bolsonaro: "Burros"
Eleições 2022: virada do Lula, recordes e melhores memes da web