Elba Ramalho fala sobre o sertão: “É um povo bravo, destemido”

·2 minuto de leitura
Reprodução do Instagram

Grande nome da música popular brasileira, Elba Ramalho, 69 anos, participou do programa ‘Encontro com Bial’ que foi ao ar nesta sexta-feira (18). Com uma carreira extensa, que teve início em 1968, durante o papo com o jornalista, a compositora relembrou grandes momentos, mas principalmente sobre o sertão da Paraíba.

“Eu nasci no sertão e diz que quem nasce no sertão é forte, é um povo bravo, destemido, porque tem tanta adversidade, tantas forças negativas contrárias, a gente já nasce tendo que sobreviver a uma seca, uma fome, a pobreza, a miséria, porque todo mundo tem essa visão do sertão, e no meu tempo era muito assim, a seca era muito cruel”, disse.

Leia também:

Em um momento, a paraibana contou quando decidiu tomar as rédeas da própria vida. “Eu achava que já tinha feito tudo lá (Paraíba), tinha feito o meu teatro, mas enfrentava uma guerra dentro de casa, porque o meu pai queria formar os filhos, eu fui fazer faculdade de economia, porque ele exigia que a gente estudasse. Eu não gostava daquilo, foi a oportunidade que eu tive de voar”.

Já sobre os preconceitos contra o povo nordestino, com muita calma ela disse: “As pessoas não entendiam muito o nordeste, as pessoas ainda não entendem, nós temos que explicar bastante, mas eu acho que eu Geraldo Azevedo, Wagner, Amelinha, a gente conseguiu chegar mais no canecão, nós abrimos muitas portas”, declarou.

Sobre o período de pandemia que fez com que muitos artistas cancelassem seus projetos, Elba foi uma delas. “Nós temos que lidar com a abstinência de dois anos sem trabalho, me entristece porque a cultura é a essência, não é um movimento que veio e passou, não, ela é o dia a dia, o costume, a tradição, que envolve muitos seguimentos como a comida, a música. É difícil, mas estamos nos contentando com as lives. Espero que em 2022 tenhamos o São João, pra descontarmos tudo que a gente não comeu de canjica, de pamonha, tudo que não dançamos”, concluiu.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos