“Ela entrou em pânico e pensou que nós tínhamos ido embora”: Veja a linda forma como essa cachorrinha se confortou.

Luna, uma pequena bull terrier, se conforta ao cercar sua cama com os sapatos do seu pai humano. (Foto: Instagram, @lunatheminibully)

Cachorros modernos – descendentes do lobo cinzento — fazem parte de uma raça muito diferente de seus poderosos e carnívoros ancestrais. Alguns são conhecidos por se assustarem quando escutam um barulho muito alto; outros choram como um bebê até que seus donos voltam para casa.

Ambos os casos são o fruto da domesticação – o que levou a uma incrível e forte relação entre humanos e cachorros. Graças a essa co-evolução, a conexão é tão forte, que os cachorros podem sentir emoções humanas, podem dizer quando alguns humanos vão ter uma convulsão, podem pressentir a gravidez e podem até interpretar a nossa fala (ou movimentos).

Mas quando os humanos não estão por perto, os cachorros têm os seus próprios meios de lidar com isso.

Um usuário do Reddit mostrou como é unido com a sua cachorra, Luna, ao postar no Instagram uma adorável foto dela se confortando quando acreditava estar sozinha na casa.


“Quando eu saí de casa, minha cachorra pegou um dos meus sapatos e deitou nele (ela nunca os mastiga). – Bom, nesse fim de semana, minha esposa e meus filhos estavam fora da cidade e eu fui no Home Depot por 30 minutos e voltei para casa. Eu acho que ela entrou em pânico e pensou que todos nós tínhamos ido embora. Cortou meu coração”, escreveu Justin Grosjean no Reddit.

Ele também disse: “Ela é a minha melhor amiga! Eu amo essa cachorra mais do que posso expressar. Ela quase morreu de IMHA e por um ano eu gastei mais dinheiro do que eu pensava (e podia) para fazê-la recobrar a saúde. Eu não sei se posso me relacionar com outro cachorro do mesmo jeito que me relaciono com ela.” A IMHA (ou AIHA, Anemia Hemolítica Imunomediada, em português), causa ao sistema imunológico uma reação contra as células vermelhas – como uma bactéria contra um vírus – resultando em uma anemia e impedindo a chegada do oxigênio.

O meio que Luna encontrou para se confortar ao se rodear pelos sapatos de Justin, inspirou outro usuário do Reddit, de nome SchnoodleDoodleDo, a escrever um poema do ponto de vista da filhotinha.

A usuária escreveu: “Quando o papai sai de casa, eu preciso achar um sapato / Eu juro que não o destruo, mas é isso que eu gosto de fato. / Quando eu acho um sapato legal, eu o levo para minha cama / Com isso eu penso que o papai ainda está aqui, e deixo de fazer tanto drama. / Mas um dia a família saiu e o papai saiu depois / Eu fui procurar um sapato e vi que precisava de dois! / Então eu peguei outro, e outro, até que eu tinha quatro / Foi aí que percebi que o que mais tinha no chão era sapato! / O cheiro deles me cativou – agora eu podia descansar / Aí eu ouvi os PASSOS do papai – não tinha como não me alegrar! / Eu amo muito esse cara, mais do que você possa imaginar / Agora vou pegar Todos os sapatos dele – para que ele *Nunca* possa me deixar! ;)”


Luna merece todos os sapatos do mundo.

Hope Schreiber