Carnaval em julho? Não no Rio de Janeiro. Prefeito cancela festa: "Certamente em 2022"

Patrick Monteiro
·2 minuto de leitura
Viradouro foi a campeã do Carnaval 2020 (Gabriel Nascimento / Riotur)
Viradouro foi a campeã do Carnaval 2020 (Gabriel Nascimento / Riotur)

Acabou o samba, acabou o confete. Eduardo Paes, prefeito do Rio de janeiro, anunciou que não haverá Carnaval na cidade em julho, como havia sido pensado ainda em 2020 pela prefeitura e as ligas de blocos e escolas de samba.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Google News

Carnavalesco declarado, o prefeito usou o Twitter para fazer o anúncio: “Me parece sem qualquer sentido imaginar a essa altura que teremos condições de realizar o carnaval em julho. Essa celebração exige uma grande preparação por parte dos órgãos públicos e das agremiações e instituições ligadas ao samba. Algo impossível de se fazer nesse momento”, afirmou.

Paes continuou com uma fagulha de esperança. “Dessa forma, gostaria de informar que não teremos carnaval no meio do ano em 2021. Certamente em 2022 poderemos (todos devidamente vacinados) celebrar a vida e nossa cultura com toda a intensidade que merecemos”, completou.

Parte importante da economia da Cidade do Rio de Janeiro, o Carnaval injeta na cidade cerca de R$ 4 bilhões na cidade. Para isso uma indústria da folia conta com a mão de obra de aderecistas, bordadeiras, costureiras, pintores, eletricistas, mecânicos, músicos, além de compositores e várias comunidades juntas.

Eduardo ainda declarou que não quer deixar essa mão de obra sem renda. “Determinei que a Riotur e a secretaria municipal de cultura trabalhem na preparação de editais a fim de permitir que os fazedores dessa grande festa e celebração cultural tenham alguma forma de sustento ao longo de 2021”, concluiu. O chefe do executivo não falou sobre o feriado, se está mantido ou não.