Editora de Harry Potter no Reino Unido adianta publicações para aproveitar Natal

·1 min de leitura
Fã de Harry Potter visita parque da Universl na Califórnia

Por Federico Maccioni

(Reuters) - A editora dos livros de Harry Potter no Reino Unido está imprimindo títulos muito mais rápido do que o normal neste ano para driblar empecilhos de suprimento antes do que acredita que será um Natal "estrondoso".

A Bloomsbury Publishing informou nesta quarta-feira que está adotando uma série de medidas para administrar os desafios de distribuição, como a falta de caminhoneiros e gargalos em portos, que afetam muitas empresas britânicas.

"Adotamos medidas (para lidar com o suprimento) tentando levar nossos livros às gráficas mais cedo para termos mais tempo no cronograma e ainda cumprirmos a mesma data de publicação", disse seu executivo-chefe, Nigel Newton, em uma entrevista.

"Teremos um Natal estrondoso", acrescentou, observando as tendências de procura alta de suas divisões de livros populares e acadêmicos. "Acho que as universidades estão compensando o tempo que foi perdido nos últimos 18 meses e que veremos uma disparada de vendas acadêmicas também".

A empresa sediada em Londres disse em um comunicado que está imprimindo "bem antecipadamente" em relação ao seu cronograma costumeiro para acompanhar a correria das compras de Natal e o início do ano acadêmico no outono regional.

A Bloomsbury também está imprimindo mais livros no Reino Unido se outros mercados, como o norte-americano, estão atrás, disse ele.

A editora, conhecida sobretudo por acolher em 1997 a série de livros de Harry Potter da autora J.K. Rowling, rejeitada por uma dúzia de outras, registrou um lucro semestral recorde, já que a leitura continuou popular durante os lockdowns de coronavírus. Newton previu que tais tendências continuarão no ano que vem.

(Por Federico Maccioni, Muvija M e Sachin Ravikumar)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos