Editora desiste de publicar livro de Woody Allen, após protesto de funcionários

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A editora Hachette Book Group, uma das maiores dos Estados Unidos, anunciou nesta sexta (6) em comunicado à imprensa americana que não publicará o livro de memórias de Woody Allen, "Apropos of Nothing" (a propósito de nada).

"Nos últimos dias, a chefia da HBG teve extensas conversas com nossa equipe e outras pessoas. Depois de ouvir, chegamos à conclusão de que avançar com a publicação não seria viável para a HBG", diz o comunicado.

Os direitos do livro retornarão a Allen como resultado.

O grupo havia revelado nesta segunda (2) que publicaria o livro. Na quinta (5), dezenas de funcionários do conglomerado editorial deixaram a sede da empresa em Nova York, em protesto contra a decisão do grupo de publicar o livro.

O jornalista Ronan Farrow, autor do best-seller "Operação Abafa", disse na terça (3) que romperia sua relação com a editora Hachette Book Group, com a qual mantém contrato, depois que esta anunciou que uma de suas divisões publicaria a autobiografia de Woody Allen, no mês que vem.