Editora cancela de vez livros do biógrafo de Philip Roth acusado de estupro

·1 minuto de leitura

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Após suspender o envio e a venda de "Philip Roth: The Biography", na semana passada, a editora americana WW Norton anunciou que tanto a impressão quanto a venda do livro, estão oficialmente canceladas. A informação foi divulgada nesta terça (27) pelo site do jornal americano The New York Times.

A decisão acontece em meio às recentes acusações de estupro contra Blake Bailey, autor da biografia de Roth, recentemente lançada pela WW Norton.

Além de "Philip Roth", a empresa cancelou a publicação de "The Splendid Things We Planned: A Family Portrait", outro livro de Bailey que era, até então, de sua responsabilidade.

"Bailey estará livre para buscar publicação [dos livros] em outro editora, se quiser", diz ao Times a presidente da Norton, Julia A. Reidhead, que promete ainda doar o valor que Norton lucrou com os dois livros a organizações de apoio a vítimas de estupro e assédio sexual.

A maior parte das acusações contra Bailey são de um grupo de seus ex-estudantes, que tiveram aulas com ele na década de 1990, numa escola de Nova Orleans.

"Posso garantir que nunca tive sexo não consensual de qualquer tipo, com ninguém, nunca", escreveu Bailey, no entanto, em email enviado ao Times. "Enquanto isso, apelo à decência. Tenho uma mulher e uma filha que me adoram e dependem de mim, e tal boato, mesmo que seja falso, as pode destruir."