Eddie Redmayne diz que "foi um erro" viver mulher trans em "A Garota Dinamarquesa"

·1 min de leitura
Imagem de
Imagem de "Garota Dinamarquesa". Foto: Divulgação/Focus Features

Resumo da notícia:

  • Eddie Redmayne acredita que "foi um erro" ter vivido mulher trans em "A Garota Dinamarquesa"

  • Ator nega a possibilidade de voltar a interpretar a protagonista do longa

  • Na trama, ele vive uma das primeiras pessoas trans a fazer a cirurgia de redesignação sexual

Eddie Redmayne revelou que se arrepende de ter assumido o papel de uma mulher transgênero nas telonas. Em entrevista ao "The Sunday Times", o ator cisgênero negou a possibilidade de voltar a interpretar a protagonista do longa "A Garota Dinamarquesa", lançado em 2015.

"Não, não aceitaria agora. Fiz aquele filme com as melhores intenções, mas acho que foi um erro", declarou ele. "A maior discussão sobre as frustrações em torno do elenco é porque muitas pessoas não têm uma cadeira à mesa. Tem que haver um nivelamento, senão vamos continuar tendo esses debates", completou

Dirigida por Tom Hoppet, a trama retrata Redmayne como Lili Elbe, uma das primeiras pessoas trans a realizar uma cirurgia de redesignação sexual, no processo de descobertas e aceitação de sua identidade de gênero.

O filme ainda conta com Alicia Vikander, Amber Heard, Ben Whishaw e Emerald Fennell no elenco e garantiu quatro indicações ao Oscar 2016, que incluem as categorias de Melhor Ator, Melhor Atriz Coadjuvante, Melhor Figurino e Melhor Direção de Arte.

Ouça o Pod Assistir, podcast de filmes e séries do Yahoo:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos