É preciso admitir: Arthur Aguiar é o único disposto a jogar na reta final do "BBB 22"

·2 min de leitura
Arthur Aguiar tem se esforçado para render entretenimento (Foto: Reprodução/Globo)
Arthur Aguiar tem se esforçado para render entretenimento (Foto: Reprodução/Globo)

Arthur Aguiar tem torcidas fortes contra e a favor do seu jogo no "BBB 22". O que os haters precisam admitir é que ele é o único participante disposto a jogar na reta final do reality show. Se a casa mais vigiada do Brasil já está flopada com a presença de Arthur, a convivência estaria ainda mais "paz e amor" sem ele.

Desde quando as comadres (Lina, Jessi e Nati) foram eliminadas, os homens da Disney (Pedro Scooby, Douglas Silva, Paulo André e Gustavo) perderam seus alvos e começaram a trocar votos. Para que isso acontecesse de forma tranquila, sem atrapalhar a amizade que construíram ao longo do confinamento, os brothers fizeram um rodízio para definir quem vai ao paredão. Ficou decidido que quem encarou a berlinda há mais tempo será a opção de voto da maioria. Até aí tudo bem (ou melhor, nada bem).

Todos acataram a ideia, menos Arthur Aguiar, que insiste que não estava presente nas conversas. Em uma discussão com o ator, Pedro Scooby chegou a dizer que seus amigos importam mais que o prêmio e ele faz isso para que ninguém fique magoado. É lindo, mas o resultado é desastroso. O jogo da discórdia desta segunda-feira (18) é prova disso. Se os participantes das próximas temporadas se inspirarem na estratégia dos atuais brothers, a Globo pode dizer adeus e acabar com o formato.

Embora a estratégia seja válida e compreensível, ela foge do que o público sempre esperou do "BBB". Ninguém foi selecionado para fazer amizades no programa (foi por isso, inclusive, que Tiago Abravanel foi tão odiado). O que se espera é que os participantes se comprometam, definam suas prioridades e joguem para provar que merecem o prêmio.

Mesmo sendo cansativo em algumas conversas, Arthur Aguiar é o único que tem entregado. Ele tem votado de acordo com suas afinidades e buscado pelo em ovo para colocar os "aliados" no paredão sem se importar com o tal rodízio. Assistir Arthur na transmissão 24 horas pode até não ser agradável, mas é assim que o "BBB" funciona. Que loucura! Ainda bem que ele ainda está lá.