Dwayne Johnson rejeita armas reais em set após tragédia com Alec Baldwin

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·1 min de leitura
Dwayne Johnson
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

Por Omar Younis e Alan Devall

LOS ANGELES (Reuters) - O ator Dwayne "The Rock" Johnson disse que não usará armas de verdade em seus filmes depois que seu amigo e também ator Alec Baldwin matou acidentalmente uma diretora de fotografia em um set de filmagem em Santa Fé, no Estado norte-americano do Novo México, no mês passado.

Halyna Hutchins foi morta por uma bala disparada por uma arma que Baldwin usava para ensaiar uma cena no set do faroeste "Rust" no dia 21 de outubro.

Baldwin havia sido informado por um diretor assistente que a arma era segura para uso.

Johnson, que estava em Los Angeles para a estreia mundial de seu novo filme da Netflix, "Alerta Vermelho", com os colegas de elenco Ryan Reynolds e Gal Gadot, disse que sua produtora, a Seven Bucks Productions, "nunca mais usará armas de verdade".

"Aquela foi uma situação terrível que aconteceu. Conheço Alec (Baldwin) há muitos, muitos anos. Ele é meu camarada, e me solidarizo com as famílias de todos os envolvidos", disse.

"Não posso falar por outras produtoras, não posso falar por outros estúdios, mas o que posso dizer a você é que isto cria uma nova lente e uma nova perspectiva sobre como podemos operar no futuro", disse Johnson à Reuters.

O astro de "Velozes e Furiosos" disse que, daqui em diante, sua produtora usará armas de borracha e que "cuidarão disso na pós(produção) e não nos preocuparemos com os dólares".

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos