Duquesa da Cornualha faz discurso apaixonado sobre fim da violência contra as mulheres

·2 min de leitura
Duquesa da Cornualha credit:Bang Showbiz
Duquesa da Cornualha credit:Bang Showbiz

A Duquesa da Cornualha pediu a todos os homens que enfrentassem uma cultura “profundamente perturbadora” de assédio sexual.

A integrante da realeza, de 74 anos - que é casada com o príncipe Charles - fez um discurso apaixonado em sua tentativa de acabar com a vergonha e o estigma em torno da violência contra as mulheres, criticando as ideias de que o assédio era "parte integrante de ser mulher" e "apenas um dessas coisas”, e pediu que vítimas como Sarah Everard - que foi estuprada, sequestrada e assassinada pelo policial Wayne Couzens em Londres no início deste ano - sejam lembradas.

Falando na Wellcome Collection em Londres para lançar o Shameless! Festival - uma colaboração entre o festival Women of the World, do qual é patrona, e o projeto de pesquisa da Universidade Birkbeck, SHaME (Sexual Harms and Medical Encounters) - ela questionou na quarta-feira (27.10.21): “Quantas mulheres mais precisam ser assediadas, estupradas ou assassinadas antes de realmente nos unirmos para construir um mundo sem violência?”

Camilla insistiu que quase todas as mulheres conhecem a "experiência profundamente perturbadora" de ser assediada sexualmente e insistiu que "precisamos envolver os homens de nossas vidas neste movimento" para acabar com a violência contra as mulheres.

Ela acrescentou: “Precisamos fazer com que os homens de nossas vidas se envolvam neste movimento. Não responsabilizamos, de forma alguma, todos os homens pela violência sexual. Mas precisamos de todos eles a bordo para resolver isso. Afinal, estupradores não nascem, são construídos. E é necessário uma comunidade inteira - masculina e feminina - para desmantelar as mentiras, palavras e ações que fomentam uma cultura na qual a agressão sexual é vista como normal e na qual envergonha a vítima. Então, vamos todos sair daqui e tentar fazer com que os homens de nossas vidas participem da construção de uma sociedade ‘sem vergonha’.”

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos