Dudu Nobre pede privacidade para suposto caso de abuso sexual da filha

RIO DE JANEIRO, RJ (FOLHAPRESS) - Dudu Nobre publicou uma nota em suas redes sociais na noite desta quarta-feira (11). Nela, ele critica e lamenta que pessoas estariam dando entrevistas sobre o suposto caso de abuso sexual de sua filha Olívia. Lily, como é também conhecida, alega ter sofrido a violência durante uma festa no Recreio dos Bandeirantes, na zona oeste do Rio, na madrugada do último domingo (8).

"Enquanto minha filha estava depondo, fui surpreendido com a notícia de que pessoas estavam concedendo entrevistas ao vivo e falando sob assunto que deveria correr em sigilo. Peço mais uma vez: respeitem a nossa dor, e principalmente a dor dela", pediu em um dos trechos da nota.

O cantor continuou desabafando. "Como pai, foi a maior tristeza que já senti, por não poder protegê-la de tamanha invasão de privacidade. Estou do lado da minha família. Preciso estar forte para apoiar a minha filha e defendê-la. Não compartilhem nada que a exponha ainda mais, por favor."

Por fim, ele concluiu. "Acredito na Justiça e acredito que tudo vai ser esclarecido. Os responsáveis serão punidos."

O caso foi registrado na 42ª DP, no Recreio dos Bandeirantes, e a Polícia Civil informou que a investigação está em andamento e sob sigilo. Olívia Nobre, 20, é cantora e a filha mais velha do sambista e da apresentadora Adriana Bombom. Os dois são pais também de Thalita, 19.