Duda Beat canta hits com enxame de drones com luzes em show na posse de Lula

***ARQUIVO***RIO DE JANEIRO, RJ, 08.09.2022 - Show da cantora Duda Beat durante o festival Rock in Rio. (Foto: Eduardo Anizelli/Folhapress)
***ARQUIVO***RIO DE JANEIRO, RJ, 08.09.2022 - Show da cantora Duda Beat durante o festival Rock in Rio. (Foto: Eduardo Anizelli/Folhapress)

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - Duda Beat subiu ao palco do Festival do Futuro, em Brasília, no meio da madrugada desta segunda (2), com um público ainda numeroso. O evento, na Esplanada dos Ministérios, marca a posse do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, do Partido dos Trabalhadores.

Entre linha autoral e regional, a cantora recifense foi acompanhada por convidados que dialogam com seu trabalho e sonoridades pernambucanas.

A seleção de faixas do show foi bem similar ao que ela tem apresentado nos seus últimos espetáculos. Por se tratar de uma apresentação de curta duração, porém, Duda optou por retirar algumas faixas da sequência de costume.

Os hits foram os destaques do show. "Chapadinha na Praia" e "Bixinho" conquistaram o público, que se animava também com um show de drones -o enxame reproduzia no céu cores, luzes, símbolos e escritos como "Brasil do Futuro".

Outro ponto alto foi a participação da rapper Doralyce. Após apresentar o single "Miss Beleza Universal", a artista fez declarações contundentes em favor de minorias e em oposição ao fascismo.

Falhas de áudio como o que se ouvia no palco Elza Soares durante o show de Gaby Amarantos não eram perceptíveis no palco em que Duda Beat se apresentou. Seus números mais complexos, porém, também estavam sujeitos a problemas.

Foi o caso de "Tangerina", canção cujos naipes de metais se sobressaíram apenas quando isolados. Originalmente gravada com o amigo Tiago Iorc, a faixa foi levada ao palco por Duda e o cantor Felipe Veloso, que também tocou baixo.

Ela também convidou a cantora Luedji Luna para cantar seu sucesso de 2017, "Banho de Folhas". Num arranjo mais comedido, de ritmo enxuto e levada de samba, a faixa botou o público para cantar com a artista baiana.

Outro convidado de Duda, Almerio entregou uma performance morna de "Pro Dia Nascer Feliz", uma versão do sucesso do Barão Vermelho, em arranjo pouco inspirado. O cantor brilhou mais como dueto de Duda em "Meu Piseiro", hit da recifense que triunfa na mescla de forró moderno e indie de dor de cotovelo.