Dubladora de Millie Bobby Brown passou "perrengue" para conhecê-la e foi escolhida sem teste

Isabelle Cunha e Millie Bobby Brown. Fotos: Arquivo Pessoal/Netflix
Isabelle Cunha e Millie Bobby Brown. Fotos: Arquivo Pessoal/Netflix

Resumo da notícia:

  • Isabelle Cunha é a voz brasileira de Millie Bobby Brown em "Stranger Things"

  • Em conversa com o Yahoo, a dubladora contou detalhes de sua trajetória em seis anos na série

  • Atriz cresceu com o elenco da produção e com os dubladores brasileiros da trama de ficção

A quarta temporada de "Stranger Things" finalmente chegou ao público após três anos de espera e muita expectativa dos fãs da produção da Netflix. Mas além das estrelas internacionais que vivem os personagens do Mundo Invertido, dubladores são fundamentais para a reprodução da série no Brasil e um nome em especial chama a atenção do público nas redes sociais: Isabelle Cunha.

A jovem é a voz brasileira de ninguém menos que Millie Bobby Brown, a protagonista Eleven, há seis anos, e ganhou milhares de seguidores ao compartilhar curiosidades de sua função.

Em conversa com o Yahoo, a atriz carioca de 18 anos contou detalhes de sua trajetória na dublagem, como chegou ao papel que faz sucesso no mundo todo e o que passou para conseguir conhecer a estrela norte-americana. "Me pedem sempre para mandar áudio falando frases da personagem como 'Um pé na sua bunda' e 'Amigos não mentem'”, revelou, aos risos.

O início na dublagem

Isabelle começou a fazer teatro com 7 anos, a pedido da mãe, por ser muito tímida. Aos 10, iniciou os trabalhos como dubladora.

"O diretor do teatro falou para a minha mãe que eu tinha tudo a ver com dublagem. E aí a gente foi para um curso, uma aula experimental, acabei gostando bastante, fiz alguns meses de curso e logo depois já fui indicada para começar a dublar", contou ela.

Passe livre para "Stranger Things"

Com 12 anos, após trabalhar em algumas animações e filmes, a jovem começou sua trajetória como uma das principais vozes de "Stranger Things". "Tinha acabado de dublar um filme chamado "Invocação do Mal 2”, que eu dublei a Janet, e aí o diretor, na época da primeira temporada, o Sérgio Cantú, que me dirigia na “Guarda do Leão”, que é um desenho da Disney, acabou me chamando para dublar a Eleven”, relatou.

Millie Bobby Brown como Eleven em
Millie Bobby Brown como Eleven em "Stranger Things". Foto: Divulgação/Netflix

Diante do convite, Isabelle nem precisou passar por um processo seletivo para ganhar a personagem ao revelar que foi escolhida sem se submeter a testes de elenco. “Geralmente, todas as séries, filmes, são pedidos testes para dublar. Só que, nesse caso, eu não fiz. Não fui lá presencialmente como outras meninas”, completou ao ressaltar que foi escolhida pelo próprio diretor.

O encontro com Millie Bobby Brown

Em 2017, cerca de dois anos depois de iniciar o trabalho na série da Netflix, a dubladora descobriu que Millie Bobby Brown estaria no Brasil. O detalhe é que o evento com a presença da atriz seria em Curitiba e faltava apenas uma semana para o grande dia.

Sem pensar em perder a oportunidade de conhecer a estrela que recebe sua voz, Isabelle, então com 14 anos, convenceu a mãe a viajar para a capital paranaense sem nem saber falar inglês. As duas acabaram passando por um "perrengue chique" ao precisarem reservar quartos em um hotel cinco estrelas, já que todos os outros hotéis estavam lotados. "A gente teve que passar tudo no cartão de crédito, porque foi muito difícil de conseguir tudo muito rápido", confessou ela em um vídeo em seu canal no Youtube.

E o prejuízo não acabar por aí! A jovem do Rio de Janeiro contou que desembolsou R$ 150 para o táxi do aeroporto até o local do evento por não conseguir garantir um carro de aplicativo.

Ao decorar a frase "I am your voice actress in Brazil", Isabelle soltou a voz ao encontrar a atriz na tarde de autógrafos e foi notada pela intérprete de Millie. Quando a americana entendeu o que a garota brasileira fazia, fez questão de atendê-la.

"A Millie levantou, me deu um abraço e eu não estava preparada para isso, porque não sabia falar inglês"Isabelle Cunha

Ajudada pela tradutora, Isabelle conseguiu bater um papo com a atriz internacional sobre a segunda temporada da série na e foi exaltada por seu trabalho. "Ela foi muito simpática, muito carinhosa. Eu não esperava", relatou ao dizer que Millie nunca havia conhecido uma atriz que dublasse sua voz.

Soluço x Dublagem

Embora Isabelle se prepare muito bem para dar voz a Millie Bobby Brown, alguns imprevistos podem acontecer. Na gravação do sétimo episódio da quarta temporada, o último da primeira parte, a atriz teve uma contratempo inusitado.

"Fiquei o episódio inteiro soluçando no estúdio. Fiquei falando: ‘Gente! Me assusta, aparece um Demogorgon, aparece alguém aqui para me assustar’. Aí, nos últimos minutos, eu parei de soluçar…Foi bizarro”, contou ela.

Ela ainda explicou como faz para não confundir as vozes de seus personagens ao guardá-lo em uma "caixinha" de interpretações. "Sempre falo que, na minha cabeça, tem uma caixinha de vozes. Eu pego uma pasta e nessa pastinha tem a minha voz. Simplesmente, quando eu estou no estúdio e olho para cena, a minha voz já muda e eu consigo manter ao longo dos horários todos”, concluiu.

Da dublagem para a influência digital

Com mais de 2 milhões de seguidores no TikTok, 260 mil espectadores no Instagram e 243 mil inscritos no Youtube, Isabelle Cunha conseguiu deslanchar como influenciadora ao desvendar curiosidades do público sobre o seu trabalho.

Vídeos dos bastidores no estúdio, histórias curiosas e informações interessantes sobre seus personagens compõem os conteúdos da jovem carioca, que tem alimentado suas redes sociais frequentemente e ganhado reconhecimento pelo seu talento. Confira uma as publicações:

Ouça o Pod Assistir, podcast de filmes e séries do Yahoo: