Dossiê da CoronaVac será encaminhado à Anvisa até 15 de dezembro, diz diretor do Butantan

Ana Letícia Leão
·1 minuto de leitura

SÃO PAULO - Após a chegada de um novo lote da vacina chinesa CoronaVac a São Paulo, o diretor do Instituto Butantan, Dimas Covas, afirmou que pretende enviar a documentação final dos testes com o imunizante para análise da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) até 15 de dezembro deste ano.

- A vacina está cumprindo todos os protocolos, seguindo o que é proposto pela Anvisa. Todo o dossiê está sendo encaminhado e será fechado até 15 de dezembro. A vacina estará apta a ser fechada. Ontem a Anvisa publicou uma nova norma, o registro emergencial. Nós não precisamos usar o registro emergencial, porque vamos solicitar o registro normal - afirmou Covas, durante coletiva de imprensa no Palácio dos Bandeirantes.

A expectativa do governo paulista é começar a imunização no estado ainda em janeiro deste ano, caso ela seja aprovada. Segundo o governador, João Doria, uma proposta estadual de imunização será apresentada na próxima segunda-feira (7).

- Vamos apresentar de forma precisa, com cronograma, setores, volume de vacinas, regiões, áreas, logística e todo o processo. Já temos esse plano pronto há pouco mais de 20 dias - alertou Doria.