Doria critica "transição lenta e dolorosa" na Saúde e fala em país "sem ministro"

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), criticou nesta segunda-feira (22) a demora na transição do novo ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, e a classificou como 'lenta e dolorida'