"Dona do Pedaço": falta de caráter é herança genética, Maria da Paz é culpada?

Maria da Paz é culpada pelo mau-caratismo de Josiane? (Foto: TV Globo/Divulgação)

Por Maíra Azevedo (tiamaoficial)

Será que falta de caráter é herança genética? Essa pergunta parece que norteia a trama da novela 'A Dona do Pedaço’. E o que a maioria das pessoas dizem é que a protagonista não merece ser mãe de uma pessoa tão ruim quanto a Josiane.

Já conhece o Instagram do Yahoo Vida e Estilo? Segue a gente!

Tudo indica que Maria da Paz vai ter a chance de encontrar sua filha “verdadeira”. Mas pera lá... A Jô é sua filha. Mesmo que tenha sido trocada na maternidade ela foi criada, educada e recebeu os valores da boleira. E é importante a gente destacar isso, porque é possível fazer uma associação com a adoção.

Leia também

Filho é filho. Mesmo que não tenha saído do ventre. Encontrar a filha “legítima” é como se fosse a salvação para Maria. E não deveria. Porque a postura equivocada, leviana e perversa de Jô é fruto da sua ganância. Ela foi criada e educada para ser um anjo.

Filhos perversos fazem parte da história. Sejam eles biológicos ou não, pois legítimos todos são.

O caso Richthofen é o atestado que a maldade pode vir diretamente de quem você gerou. Uma menina bem criada, dotada de todos os privilégios inerentes a uma família branca de classe média alta de São Paulo, mesmo recebendo carinho, pode sim ser a vilã.

Mau-caratismo é uma questão genética? (Foto: TV Globo/Divulgação)

A perversidade não é genética. E mesmo Maria da Paz sendo herdeira de uma família de matadores, como mãe todos os seus erros foram na tentativa de acertar. Ela se propôs a dar tudo a filha como forma de suprir sua ausência. Nenhuma mãe quer errar na condução da formação do seu filho. O desvio de caráter não é uma condição biológica, mas sim fruto de um processo de construção, em que valores perversos são o tempo todo estimulados, e até celebrados como corretos.

Maria da Paz não precisaria de outra filha para compensar o mau-caratismo de Josiane. Para uma mãe o grande presente é a redenção de um filho e a compreensão de que tudo foi oferecido para que ela fosse uma pessoa melhor.

Com as possibilidades que lhe foram ofertadas, a aspirante a digital influencer não precisaria criar um plano mirabolante e maquiavélico para ser uma mulher de sucesso, pois já era a herdeira do império dos bolos.

Acontece que na disputa para ter mais likes, se tornou alguém tomada pelo ódio, a ponto de esquecer todo amor que recebeu. A perversidade genuína de Josiane impediu que enxergasse o que é verdadeiramente ser a 'Dona do Pedaço'.

Sobre a autora: Jornalista e humorista, Maíra Azevedo é conhecida pelos conselhos amorosos diretos que dá no programa “Encontro com Fátima Bernardes, da TV Globo.