Documentário narra história de judia jogada do trem pela mãe para fugir da guerra

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Estreia nesta quinta-feira (12), o documentário "Tsé" em que o diretor estreante Fabio Kow conta a história de sua avó, a polonesa judia Tsecha Szpiegel.  

Ele captou a história da própria avó, que viveu até os 88 anos e de seus filhos e netos. Tsé conseguiu fugir quando a sua mãe a jogou do trem que estava a caminho de um campo de extermínio em Sobibor, na Polonia com apenas 14 anos.

Ela andou dias sozinha por um campo de trigo, enquanto só pensava que queria viver e fez de tudo para reinventar a sua vida. "Queria viver, tudo que inventei, deu certo. 

Além da parte triste, Kow relata a relação da avó com o Brasil e o amor por seu companheiro Natan. 

O filme, premiado pelo festival americano Doc Without Borders Film Festival, estará em cartaz em cinemas de São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília, Salvador, Palmas, Curitiba e Porto Alegre.