Distrito de La Defense, em Paris, rejeita projeto de torres gêmeas de empresário russo

·1 min de leitura
Edificios comerciais em La Defense, Paris

PARIS (Reuters) - Autoridades locais no distrito comercial de La Defense, em Paris, disseram nesta segunda-feira que encerraram definitivamente os planos do empreendedor russo Emin Iskenderov de construir um complexo há muito contestado com um par de luxuosas torres gêmeas.

O conselho governamental local de La Defense votou unanimemente contra a finalização de uma oferta provisória feita no ano passado para vender o terreno para as torres ao grupo Hermitage, de Iskenderov. Um comunicado informa que o conselho concluiu que o projeto carecia de "garantias financeiras e técnicas".

Os representantes do Hermitage não puderam ser contatados de imediato para comentar o assunto.

O projeto, do arquiteto britânico Norman Foster, com as torres gêmeas de 320 metros de altura, enfrentou uma série de desafios legais desde seu lançamento em 2007. Os oponentes diziam que ele não oferecia benefícios suficientes para os residentes locais.

(Reportagem de Dominique Vidalon e Blandine Henault)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos