Disney+ revela que alcançou 94,9 milhões de usuários globais em 2020

Catharina Dourado
·1 minuto de leitura
A empresa atribuiu o aumento de assinantes à estreia de “Soul“ (Walt Disney Company France / Divulgação)
(Walt Disney Company France / Divulgação)

Até o início de dezembro do ano passado, a Disney+ havia alcançado 86,8 milhões de assinantes pagos pelo mundo. Em apenas um mês, a plataforma de streaming ganhou 8,1 milhões e terminou 2020 com 94,4 milhões de usuários globais. Os números foram revelados hoje (11) durante uma conferência com investidores [via Variety].

A estatística superou as projeções da Disney, que esperava alcançar os 90 milhões de assinantes apenas em 2024. Ou seja, o streaming está três anos a frente das próprias expectativas. A empresa atribuiu o aumento de assinantes à segunda temporada de “The Mandalorian” e à animação “Soul“.

Ao todo, os serviços de streaming da Disney – Disney+, Hulu e ESPN+ – alcançaram 146,4 milhões de clientes no final do trimestre. Isso significa um aumento de 131% em relação ao ano anterior. Os assinantes da Hulu aumentaram para 39,4 milhões, enquanto o ESPN+ alcançou 12,1 milhões de usuários.

A tendência é que a Disney+ ganhe mais assinantes por conta de “WandaVision“, que estreou em meados de janeiro deste ano. Com episódios semanais, a produção é a primeira série da Marvel no streaming.

Além disso, a Disney está investindo bastante dinheiro em produções originais para manter os assinantes existentes e conquistar novo público. Em dezembro, a empresa apresentou uma lista de 105 filmes e séries das franquias Star Wars, Marvel, Disney Animation e Pixar.