Disney deve iniciar demissões, parar novas contratações e limitar viagens; entenda o caso

A Walt Disney Company, em um movimento de corte de custos, está planejando iniciar demissões, implementar um congelamento direcionado para as contratações e limitar as viagens da empresa.

De acordo com uma reportagem da Variety, Bob Chapek, o CEO da Disney, enviou uma mensagem interna aos principais executivos da empresa na sexta-feira, 11 de novembro, dizendo que as próximas semanas serão difíceis.

The Walt Disney Company CEO Bob Chapek. (Image Credit: Patrick T. Fallon/Bloomberg via Getty Images)
The Walt Disney Company CEO Bob Chapek. (Image Credit: Patrick T. Fallon/Bloomberg via Getty Images)

"Estou totalmente ciente de que este será um processo difícil para muitos de vocês e suas equipes", disse Chapek. "Teremos que tomar decisões difíceis e desconfortáveis. Mas isso é exatamente o que a liderança exige, e agradeço antecipadamente por se esforçarem durante este período importante. Nossa empresa enfrentou muitos desafios durante nossos 100 anos de história, e eu não tenho dúvidas de que atingiremos nossos objetivos e criaremos uma empresa mais ágil e mais adequada ao ambiente de amanhã".

Durante esse processo, a Disney também realizará uma "revisão rigorosa do conteúdo e dos gastos com marketing da empresa". Esta revisão será liderada pela recém-formada "força-tarefa de estrutura de custos", um grupo que inclui Chapek, a CFO Christina McCarthy e o conselheiro geral Horacio Gutierrez.

Esses movimentos acontecem após os resultados trimestrais da Disney, que viram um prejuízo operacional para sua divisão de streaming de US$ 1,47 bilhão. Embora a receita tenha au...

Disney deve iniciar demissões, parar novas contratações e limitar viagens; entenda o caso
Leia Mais