Diretor de "Humor Negro", Rodrigo França torce por continuidade do projeto: "Está na mão de quem vai assistir"

Com a proposta de ressignificar a expressão com humor feito por pessoas negras, o especial "Humor Negro" estreou no Multishow e chegou ao Globoplay no último dia 19. Realizado como edição única, o projeto pode ter continuidade, mas isso, claro, depende da audiência.

"A gente está entregando um produto, um projeto de qualidade. Agora está muito mais na mão de quem vai assistir do que na nossa", frisa Rodrigo França, diretor do especial em conversa com o Yahoo Entrevista dias antes do lançamento.

Nas redes sociais, a repercussão tem sido positiva. O elenco conta com nomes já conhecidos como Maíra Azevedo, a Tia Má, Sulivã Bispo e João Pimenta, entre outros. O projeto é idealizado pela jornalista Val Benvindo.

Além do especial, França tem outros trabalhos a celebrar, a exemplo do filme "Barba, cabelo e bigode", disponível na Netflix. A produção dirigida por ele e estrelada por Lucas Koka Penteado teve destaque nos rankings de exibição da plataforma.

"A gente conseguiu o TOP3 do Brasil numa plataforma que tem muito conteúdo internacional. Isso muito me emociona porque pra essa geração que está chegando agora parece que é mais um produto. Pra gente que está vindo dessa luta, a gente tem consciência de continuidade, a gente sabe da responsabilidade do desafio e do quanto é revolucionário", avalia o artista, ao pontuar sua dedicação em não reproduzir a violência, ainda predominante no cinema, que exclui pessoas negras.

Assista à entrevista completa: