Diretor de "Pantera Negra" se revolta após ser algemado em banco

·1 min de leitura
PALM SPRINGS, CA - JANUARY 04:  Ryan Coogler attends the 30th Annual Palm Springs International Film Festival Director's Lunch at The Parker Hotel on January 4, 2019 in Palm Springs, California.  (Photo by David Crotty/Patrick McMullan via Getty Images)
Ryan Coogler (homem negro, de barba e cabelo afro volumoso, mas raspado nas laterais; veste terno e camiseta), diretor de "Pantera Negra", posa para os fotógrafos em evento realizado em 2019 (Foto de David Crotty/Patrick McMullan via Getty Images)

Resumo da notícia:

  • Ryan Coogler, diretor de "Pantera Negra", se revoltou após ser confundido com um ladrão nos EUA

  • O cineasta tentava sacar uma alta quantia discretamente e acabou assustando funcionária do banco

  • "Essa situação nunca deveria ter acontecido", desabafou

Ryan Coogler, diretor de "Pantera Negra" (2018) e "Creed: Nascido para Lutar" (2015), passou por um grande constrangimento em Atalanta, nos Estados Unidos. Ao tentar sacar uma grande quantia em um banco, o artista de 35 anos foi confundido com um ladrão e acabou algemado por policiais.

O caso foi contado pelo TMZ. “Essa situação nunca deveria ter acontecido", disse o cineasta ao veículo. "No entanto, o Bank of America trabalhou comigo até resolver e seguimos em frente.”

De acordo com a polícia local, Coogler foi sacar dinheiro da sua própria conta na boca do caixa de uma agência do Bank of America. A confusão aconteceu quando ele decidiu entregar para a bancária - descrita como uma mulher negra como ele - um bilhete escrito:

“Eu gostaria de sacar US$ 12 mil em dinheiro da minha conta corrente. Por favor, faça a contagem de dinheiro em outro lugar. Eu gostaria de ser discreto”.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus e-mails em 1 só lugar

Assine agora a newsletter Yahoo em 3 Minutos

Usando máscara contra a covid e óculos escuros, Coogler gerou desconfiança na atendente, que chamou a polícia. Os agentes de segurança foram ao local e logo perceberam que se tratava de um engano.

Nos autos da polícia, o caso foi descrito como "um grande erro". Apesar disso, segundo consta no documento, Ryan Coogler teria pedido os números dos crachás de todos os agentes envolvidos em sua rápida prisão.

Ouça o Pod Assistir, podcast de filmes e séries do Yahoo:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos