Direção de escola pede que adolescente coloque adesivo nos seios para não "distrair os meninos"

Reprodução/Facebook Kari Knop

A adolescência é a fase em que o corpo mais sofre mudanças, especialmente para as meninas. O crescimento dos seios é uma delas e uma adolescente que foi à escola sem sutiã sentiu na pele o quanto o machismo ainda é uma realidade nos dias atuais.

Leia mais: Garoto de 4 anos é proibido de frequentar escola por ter cabelo comprido

Lizzy Matinez usou o Twitter para contar o ocorrido. “Hoje decidi não usar sutiã e fui tirada da sala porque um dos meus professores reclamou que isso estava ‘distraindo os meninos’ da classe. Minha escola basicamente me disse que a educação dos meninos é mais importante que a minha e que eu deveria sentir vergonha do meu corpo”, disse.

Reprodução/Facebook Kari Knop

A mãe da menina, Kari Knop, também se pronunciou nas redes sociais, dizendo que recebeu uma ligação da escola para falar sobre o assunto. Segundo ela, a filha estava usando uma camiseta cinza que não era transparente, incapaz de causar desconforto em alguém. Lizzy foi instruída a colocar um adesivo nos seis para ocultar o fato de estar sem sutiã.

Leia mais: Mãe faz post denunciando escola que expulsou sua filha trans em Fortaleza

Vale lembrar que a instituição não possui nenhum código de vestimenta que proíba a jovem se se vestir da forma que estava. O caso repercutiu na internet e muita gente apontou que mesmo sem violar nenhuma regra, o corpo e roupas de uma menina é motivo de repreensão.