Dinho Ouro Preto diz estar pronto para encarar a vida após ter contraído Covid-19

***FOTO DE ARQUIVO*** SÃO PAULO, 17/03/20 - : Retrato do cantor Dinho Ouro Preto para uma entrevista de domingo da coluna Mônica Bergamo ( Foto: Karime Xavier / Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - "Estou bem, recuperado. Sem febre há mais de três semanas. Pronto para encarar a vida", afirmou o cantor Dinho Ouro Preto, 55, durante participação no programa É de Casa deste sábado (20. O vocalista da banda Capital Inicial recebeu diagnóstico positivo da Covid-19 no final de março.

"Eu comecei a ter uma febre alta. Não senti os sintomas iniciais, as tais bandeiras vermelhas: tosse e dor de garganta. O que eu sentia me lembrava a dengue que eu tive anos atrás", disse o músico, ao relatar um pouco dos sintomas sentidos durante as semanas em que ficou doente.

Dinho Ouro Preto disse ainda que a doença exige muita resistência. "Fiquei exaurido, exausto. No nono dia disso, quando eu achava que tinha vencido a doença, tive uma piora. O problema é que você não consegue respirar."

Na época em que revelou estar com Covid-19, o cantor também disse que os sintomas estavam leves, e comparou o momento quando foi diagnosticado com dengue, em meados de 2016. "O que eu tô sentindo me lembra a dengue que eu tive alguns anos atrás. dor no corpo, febre (no meu caso de no máximo 38,5) náusea e frio. Não tive tosse ou dor de garganta o que quer dizer que varia bastante de pessoa pra pessoa."

Ainda no É de Casa, o cantor disse que pode ter contraído a doença durante um show em um navio que havia realizado ou com o contato com suas filhas, que moram em Nova York, mas que não tinha certeza. "Eu trouxe as duas de volta. Talvez tenha sido atrás delas. (...) Os sintomas são diferentes para cada pessoa. As minhas filhas tiveram um dia de febre e não desenvolveram os demais sintomas da doença."

Dinho Ouro Preto disse ainda que fará uma live em sua rede social para celebrar a história da banda Capital Inicial e do rock'n roll. O show acontece no próximo domingo (3), às 20h, com transmissão no YouTube .

OUTRAS DOENÇAS

Nos últimos anos, Dinho Ouro Pretoteve também outras doenças infecciosas. Em setembro de 2009, ele foi diagnosticado com a gripe suína, em meio ao surto da enfermidade no mundo. Mais recentemente, em 2016, Dinho teve dengue. Além das doenças, em 2009, o músico sofreu traumatismo craniano ao cair de uma passarela anexa ao palco durante um show do Capital Inicial em Pato de Minas (MG).

Em entrevista à coluna de Mônica Bergamo, da Folha, Dinho afirmou que os sintomas que ele está sentido agora, com o coronavírus, lembram os de quando teve dengue. "Leseira. Náusea. Muita dor de cabeça e muita dor no corpo. Não [os sintomas] o que eu tinha lido a respeito do [corona]vírus."