1 / 5

Diagnosticada com esquizofrenia, jovem cria desenhos incríveis para lidar com a condição

Reprodução/Instagram @awkwardapostrophe

Diagnosticada com esquizofrenia, jovem cria desenhos incríveis para lidar com a condição

Desde muito jovem, Kate sentia que era diferente. Ao longo dos anos, a jovem foi diagnosticada com diversos quadros até que aos 17 anos, a esquizofrenia foi identificada. “Eu sempre fui uma “artista”, eu simplesmente não percebia o que isso significava até que minha doença mental apareceu”, explica.

Após confirmar a condição, Kate passou a expressar o que se passava em sua cabeça através do desenho. “Eu desenho muitas de minhas alucinações e os desenhos me ajudam a lidar com isso. Em minhas alucinações eu ouço vozes, efeitos sonoros, barulhos aleatórios e muitas vezes insetos e rostos”.

O resultado são imagens fortes que imprimem toda a complexidade de seus pensamentos. Uma de suas vontades é que as pessoas se livrem de esteriótipos associados ao transtorno. “Eu não gosto do termo ‘doente mental’ porque parece que estou incapacitada e infelizmente sinto que as pessoas sentem isso quando conto sobre minha luta. Elas têm esse estigma perpetuado pela media e esteriótipos imprecisos retratados em Hollywood. Por isso eu sou tão aberta em falar sobre o que vivo”.