Dia das Mães celebra a força das leoas que as mulheres têm, diz Bianca Rinaldi

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - No Dia das Mães de 2009, Bianca Rinaldi deu à luz as gêmeas Beatriz e Sophia. Passados 11 anos, a atriz fala sobre como precisou se reinventar como mãe ao se deparar com a pandemia do novo coronavírus.

"Mesmo neste cenário, me sinto feliz e agradecida por ter a oportunidade de estar com a família completa e com saúde, comemorando a vida e celebrando o amor mais sublime que eu carrego dentro de mim, que é aquele sentimento incondicional de um ser humano que deu a vida a outro", diz Rinaldi.

Segundo ela, o Dia das Mães é a oportunidade perfeita para comemorar "a força das leoas que as mulheres têm, sempre se doando e cuidando". A atriz se solidariza com as mães que não podem estar junto a seus filhos nesta quarentena, e direciona seus pensamentos e orações para aquelas que "não poderão dar sequer um abraço" neles.

Rinaldi já afirmou anteriormente a reportagem que a idade a trouxe maturidade para entender melhor a vida, e a ajudar a vencer os desafios diários da maternidade. "Elas estão numa fase em que já têm noção de tudo e argumentos bons para tudo. Elas me desafiam toda hora, tenho que estar preparada. Mas elas são educadas e divertidas", disse ela, afirmando não ter mais vontade de engravidar. "Duas já está bom".

Adepta da meditação e de aulas funcionais, a atriz afirma que seu bom condicionamento físico se deve à memória corporal da época em que foi atleta de ginástica artística, durante a infância e adolescência.

"Deixo as meninas na escola, vou para a ginástica e faço duas vezes na semana musculação. É importante por causa da idade. Mas me divirto mesmo é na aula de spinning [bicicleta]. É com ela que eu queimo meus docinhos", brinca.