Terceiro lugar no "BBB 22", DG disse que pensou em desistir do reality

Douglas Silva disse nesta terça (26) que já pensou em desistir do Big Brother Brasil 22 (Globo), quando o programa ainda estava nas primeiras semanas de confinamento.

Durante o programa ao vivo, o apresentador Tadeu Schmidt perguntou aos finalistas DG, Arthur e Paulo André qual havia sido o momento mais difícil na casa para os brothers.

Douglas citou a vez em que, num Jogo da Discórdia, ganhou 11 placas dos colegas. As placas tinham os adjetivos "Esconde o jogo", "Planta", "Fingido(a)", "Fala por trás", "Duas caras", "Em cima do muro", "Ardiloso(a)", "Joga sujo" e "Influenciável".

"Todas as pessoas que me puxaram ali, eu não entendi. Eu ficava: 'da onde começou isso? O que eu fiz para merecer isso?' [...] Eu pensei até em desistir. Em apertar aquele botão. Fiquei muito para baixo mesmo", falou o ator.

Ao pensar na família, porém, ele abdicou da desistência. "Quando eu vim para cá, eu fiz um combinado com a minha família, então seria um egoísmo meu desistir", explicou.

Arthur e P.A

Como momento mais difícil, Arthur falou sobre o episódio em que desabafou com Tiago Abravanel sobre não conseguir acessar outras pessoas no início do programa. Paulo André, por sua vez, disse que teve pensamentos negativos após ganhar o Anjo e ver um vídeo com seus pais.

Os três se tornaram finalistas após a eliminação de Eliezer. Todos são integrantes do Camarote, o grupo de celebridades que participam do programa. Eli foi eliminado com 65,76% dos votos. Na disputa, Arthur Aguiar recebeu 21,15% dos votos e Douglas Silva, 13,09%.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos