Não gosta de academia? Dez mil passos por dia já te ajudam

Fernando Rocha
Getty Images
Getty Images

Eu levanto a mão! Eu não gosto de academia de ginástica. Mas calma lá.
Nada – nadinha - contra a “instituição” academia de ginástica. Pelo contrário. Elas estão cada vez melhores, mais sofisticadas e mais convidativas. Aulas dinâmicas, professores atualizados, equipamentos surpreendentes. Músicas legais, gente descolada e diferente, estacionamento fácil, bicicletário e até piscina sem cloro. Eu poderia passar o dia inteiro falando bem das academias. O problema sou eu mesmo. E sendo assim a solução também tem que estar dentro dessas duas letras: eu. A boa noticia é que talvez eu também possa te ajudar.

Já conhece o Instagram do Yahoo Vida e Estilo? Segue a gente!

Atualmente no Brasil uma em cada duas pessoas em idade adulta não pratica atividade física suficiente. E a vida sedentária é fator de risco para uma lista enorme de doenças. Na imensa maioria das vezes o ponto de partida é a obesidade. Mas o que muita gente não sabe, não lembra, ou esquece é que atividade e movimento são quase a mesma coisa. A diferença entre as duas é só a intensidade.

Veja também


Portanto subir escada, caminhar, usar o transporte público, andar de bicicleta ou simplesmente ficar em pé são formas eficientes de colocar movimento na rotina de todo dia. A Organizaçao Mundial da Saúde já considera o uso do transporte publico como uma forma de atividade física. E sendo assim os convites estão espalhados pela cidade: é só ter olhos mais atentos e pernas mais ágeis. Na estação de metrô nem sempre é confortável trocar a escada rolante pela escada física. Mas se você fizer disso um hábito eu garanto que vai passar a se sentir desconfortável toda vez que se pegar imóvel em um degrau. E mais: vai virar ativista defensor de escada. Quando estiver com os amigos vai fazer discurso para convencer todo mundo: “Vamos pessoal, a panturrilha é o nosso segundo coração. Na verdade, a gente tem três corações. Um no lado esquerdo do peito e mais um em cada panturrilha que bombeia o sangue de volta para cima. Por isso a gente precisa de pernas fortes. ”

É claro que essa é uma metáfora, uma forma de mostrar que pernas fortes são mesmo importantes para manter um coração sadio. E mesmo para quem prefere ficar longe das academias de ginástica, fisiologistas, médicos e preparadores físicos concordam com um número mágico: devemos dar de dez mil passos por dia. Mas por que 10 mil passos? Tente experimentar e você vai encontrar a resposta.

Contar os passos é simples. Alguns celulares até já vêm com um aplicativo que tem vários indicadores de saúde. Inclusive a contagem de passos por dia, semana, mês e ano. Mas se o seu não tem ou se você não quer andar o tempo todo com o celular no bolso, também existem relógios de diversos preços em lojas de artigos esportivos.

Vale a pena ter um. É o tipo do investimento que se paga literalmente com o próprio suor. Ninguém além de você vai saber quantos passos você deu. Mas quem realmente precisa saber disso? A contagem começa quando você pula da cama. Você realmente vai se surpreender com seu movimento no dia a dia ou então com a falta dele. É interessante colocar metas diárias possíveis para não se frustrar e acabar desistindo.

Mas seja como for sua caminhada saiba que o mais importante de tudo é dar o primeiro passo.

Vamos lá?