'Desjuntados' faz humor com ex-casal obrigado a dividir apartamento

·4 minuto de leitura
***ARQUIVO***SÃO PAULO, SP, 2.08.2019: O ator Gabriel Godoy durante a inauguração do Teatro Unimed, em São Paulo. (Foto: Mathilde Missioneiro/Folhapress)
***ARQUIVO***SÃO PAULO, SP, 2.08.2019: O ator Gabriel Godoy durante a inauguração do Teatro Unimed, em São Paulo. (Foto: Mathilde Missioneiro/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Você aceitaria dividir apartamento com seu/sua ex? Para boa parte da população mundial, a reposta óbvia seria não. Mas, por uma série de fatores, é isso que ocorre com Camila e Caco quando eles resolvem se separar em "Desjuntados", série que estreia nesta sexta-feira (1º) no Amazon Prime Video.

O principal empecilho para que ambos realmente se separem é financeiro. A vendedora de cosméticos e o engenheiro químico desempregado estão com as parcelas do financiamento e o condomínio atrasados. Eles não têm dinheiro para ter vidas independentes, mantendo o mesmo padrão do apartamento na Barra da Tijuca (zona oeste do Rio), então continuam sob o mesmo teto.

"Comigo nunca aconteceu nada parecido, mas tenho boa relação com todos os meus ex, então não seria um problema, pode vir", brinca Letícia Lima, que interpreta Camila na série, em entrevista ao jornal Folha de S.Paulo. Gabriel Godoy, que dá vida a Caco, complementa: "Ficar sem dinheiro com certeza [já aconteceu], porque somos atores no Brasil (risos), agora ter que morar junto com a ex, nunca aconteceu".

Eles destacam justamente essa questão como um dos principais fatores de identificação que os espectadores podem criar com a trama. "A crise financeira no Brasil já estava uma cagada, com a pandemia, então, virou uma grande diarreia", avalia a atriz.

De fato, as criadoras Dani Valente e Mina Nercessian dizem que a ideia surgiu de casais reais que conheceram em situações semelhantes. Esta última, aliás, tinha exemplos na própria família de parentes que se separaram, mas se mantinham por perto.

"A gente percebeu que era algo que estava acontecendo muito e queria abordar esse novo tipo de relacionamento", diz. "Não tem por que ser inimigos. É muito mais fácil pegar dois salários e ter uma casa."

"Tinha uns três casais de amigos que estavam se separando e iam ser obrigados a morar no mesmo espaço por falta de grana mesmo, porque não tinham dinheiro para alugar ou teriam que ir para um lugar muito ruim", lembra Valente. "A gente escutava reclamações das nossas amigas pela coisa de ter que voltar para casa porque o ex estaria lá."

Porém, mesmo tocando em questões sérias nas entrelinhas, a série é uma comédia leve, que aposta nas situações inusitadas que surgem a partir dessa separação não convencional. Para funcionar, além do bom texto e de um acabamento estético acima da média das comédias nacionais, era preciso encontrar uma dupla de atores que segurasse a onda.

"Foram muitos e muitos e muitos testes", afirmou a diretora Anne Pinheiro Guimarães. "É muito difícil encontrar um casal que tem que carregar a série inteira. São dois protagonistas, então era muito importante a química entre eles para não transformar simplesmente num casal em pé de guerra. Foi demorado, mas acho que fomos bem-sucedidos."

Letícia Lima e Gabriel Godoy já haviam trabalhado juntos da comédia "Além da Ilha", exibida pelo canal pago Multishow e atualmente disponível no Globoplay. Porém, o reencontro agora foi muito mais desafiador, uma vez que os ensaios foram feitos de modo remoto durante a pandemia.

"Foi tudo muito novo e difícil, porque a gente acabava se relacionando só da cabeça pra cima", lembra. "Era uma grande questão, faz parte do meu trabalho as pessoas verem que esses personagens têm química, que um dia eles tiveram uma história de amor --que agora está pendurada, mas tiveram."

Sobre a personagem, ela diz que admira o quanto Camila é esperançosa. "Ela é uma mulher altamente empreendedora, atual e independente, que se vê nessa situação por questões financeiras", diz. "Gosto dessa coisa dela de não parar nunca, quando não dá certo ela vai sempre procurar outra opção."

Por sua vez, Caco, que é mais acomodado, acaba recebendo também um pouco dessa energia. "Ele tem uma mulher muito potente ao lado dele", conta Gabriel Godoy. "Memo separados, ela está toda hora incentivando, mesmo quando ele só quer ficar no sofá jogando videogame junto com o melhor amigo."

"Ele está tentando quebrar padrões tradicionais que foram da criação dele", avalia. "É algo que está impregnado nas células dele. A gente vê isso na vida, mas como é que quebrar isso quando falaram para a gente que é o correto?"

Ao longo dos episódios, o casal vive diversos sentimentos conflitantes, que toda a equipe envolvida gostaria que continuassem sendo explorados em futuras temporadas. Mas será que os personagens poderiam voltar a se entender como marido e mulher em algum momento?

"Uma transição de fim de relacionamento é sempre muito difícil porque existe amor ou existe vício, você não sabe direito o que é", analisa Godoy. "Você já está adaptado a viver com o outro, é o outro que te dá conforto e cuida de você, que te entende realmente. Então acho que ainda está tudo isso no ar... E todo mundo já sentiu isso na vida, né?"

*

"DESJUNTADOS"

Quando: Estreia 1º/10

Onde: No Amazon Prime Video

Elenco: Letícia Lima, Gabriel Godoy, Yuri Marçal, Danni Suzuki, Rômulo Arantes Neto, Letícia Isnard, Marcelo Laham e Solange Teixeira, entre outros.

Direção: Anne Pinheiro Guimarães e Olívia Guimarães

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos