Designer japonês Nigo é nomeado novo diretor artístico da Kenzo

·1 minuto de leitura
(Arquivo) O designer Nigo em 9 de novembro de 2016 em Nova York (AFP/Dimitrios Kambouris)

O grupo de luxo LVMH anunciou, nesta quarta-feira (15), a nomeação do designer japonês Nigo para o cargo de diretor artístico da casa Kenzo, substituindo o português Felipe Oliveira Baptista, que deixou o cargo em junho.

Kenzo, que pertence à LVMH e foi fundada em 1970 pelo japonês Kenzo Takada, que morreu de covid-19 em outubro do ano passado, anunciou no início do ano que seu contrato com Felipe Oliveira Baptista chegaria ao fim em junho.

O grupo de Bernard Arnault anunciou nesta quarta-feira em um comunicado a nomeação de Nigo à frente da criação do grupo a partir de 20 de setembro.

Nigo, cujo verdadeiro nome é Tomoaki Nagao, é conhecido no setor de roupa casual graças à sua marca A Bathing Ape, que lançou em Tóquio em 1993. Depois, realizou muitas colaborações com grandes nomes da moda.

"Nasci no ano em que Takada Kenzo abriu sua primeira loja em Paris. Nós dois nos formamos na mesma escola de moda em Tóquio. Em 1993, ano em que Kenzo entrou no grupo LVMH, eu iniciei minha carreira na moda", disse Nigo, citado no comunicado em que afirma que esta nomeação "é o maior desafio" em 30 anos de carreira.

kd/ico/shu/mar/pc/aa

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos