Depilação a laser: conheça as vantagens e desvantagens

Depilação a laser pode ser a resposta para acabar com os pelos (Getty Images)

Por permitir a redução gradativa dos pêlos e, por consequência, ter maior durabilidade, a depilação a laser tem se tornado cada vez mais popular. Para quem não consegue conviver harmoniosamente com seus pêlos, essa pode ser uma solução bastante interessante, mas é preciso levar em consideração a cor da pele.

Leia também

Os primeiros procedimentos de remoção de pêlos a laser se deram na década de 1970, mas a técnica era considerada dolorosa e pouco eficaz. Em 1983, os pesquisadores Anderson e Parrisch formalizaram o conceito da fototermólise seletiva, que é usado nas técnicas atuais.

“Danos” retardam o crescimento dos pêlos

A fototermólise seletiva, aplicada adequadamente, criar danos seletivos em estruturas pigmentadas. No caso depilação a laser, essa estrutura é a melanina. Dessa maneira, o equipamento emite um fóton de energia na raiz da pele que atinge a melanina, causando um dano térmico. Como a melanina é a responsável pela criação da haste e do crescimento dos pêlos, uma vez afetada ela impede que os pêlos cresçam normalmente.

Existem diferentes tipos de depilação a laser, sendo as mais conhecidas a Alexandrite, o Laser de diodo e o Nd:YAG. Alguns deles, inclusive, são utilizados para remoção de tatuagens.

A cor da pele influencia na eficácia do tratamento

Dependendo do tipo de laser, há alguns cuidados que precisam ser tomados para peles negras, por exemplo, ou até mesmo pessoas que possuem os pêlos muito claros. Isso porque a depilação a laser é com foco na melanina. Em peles negras, a melanina também é a responsável pela sua pigmentação.

Em outras palavras, se mal operado, o equipamento pode causar queimaduras e atingir áreas que não a dos pêlos propriamente ditos. Já em pessoas com pêlos claros, a melanina não tem uma atuação tão relevante e o tratamento pode ser ineficaz (o mesmo é válido para pêlos brancos).

Profissional pode indicar o melhor tratamento

Antes de iniciar o tratamento, que geralmente dura algumas sessões para surtir efeito, é necessário fazer uma avaliação com profissionais como dermatologistas para verificar o tipo de procedimento ideal para você.

Ao contrário do que muitos podem pensar, a depilação a laser não é algo permanente. Os pêlos ficam apenas enfraquecidos, mas eles podem voltar eventualmente. Ainda assim, a demora no retorno dos pêlos, é uma das vantagens da técnica. Outro benefício é pra que tem problemas como dermatites ou alguma reação alérgica com lâmina ou cera.