Democratas querem limitar ações bélicas de Trump por 'vetos' no Congresso

Congressistas democratas querem limitar as decisões militares do presidente Donald Trump em relação ao Irã. (Foto: AFP Images)

Parlamentares democratas votarão nos próximos dias uma proposta de resolução no Congresso dos Estados Unidos que procura controlar as ações militares dispostas pelo presidente Donald Trump, após o mandatário ordenar o assassinato do general iraniano Qasem Soleimani, disse a presidente da Câmara dos Representantes, Nancy Pelosi.

Ela anunciou por meio de uma carta enviada a seus colegas no domingo que esta proposta busca "limitar as ações militares do presidente referentes ao Irã".

Leia mais sobre o conflito entre Estados Unidos e Irã

De acordo com Pelosi, a medida "reafirma as responsabilidades largamente estabelecidas de controle do Congresso com um mandato a, caso não sejam tomadas medidas parlamentares adicionais, interromper as hostilidades militares do governo em relação ao Irã em um prazo de 30 dias".

Trump deu a ordem, na semana passada, de executar Soleimani, chefe das forças Al Quds dos Guardiões da Revolução e encarregado das operações estrangeiras do Irã, que morreram na sexta-feira em um ataque de drones em Bagdá.

Pelosi disse que a decisão colocou as tropas americanas e civis em perigo, "arriscando uma grave escalada de tensões com o Irã".

Os democratas protestaram que Trump tomou essa decisão sem primeiro consultar os oito principais parlamentares do Congresso, um grupo integrado por Pelosi, e insistiram que só o Congresso tem o poder de declarar guerra.

"Como membros do Congresso, nossa primeira responsabilidade é manter o povo americano seguro", disse Pelosi em sua carta.

"Por esta razão, estamos preocupados porque o governo tomou esta ação sem consulta ao Congresso e sem respeitar o poder do Congresso para a guerra, que está garantido pela Constituição".