Demi Moore lembra quando quase morreu por overdose e de sexo a três com Ashton Kutcher

***ARQUIVO***SÃO PAULO, SP, BRASIL, 30-01-2011: Atriz Demi Moore no desfile da grife Colcci no terceiro dia do SPFW (São Paulo Fashion Week). (Foto: Mastrangelo Reino/ Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A atriz Demi Moore, 56, fez revelações bombásticas em sua autobiografia intitulada "Inside Out". Dentre elas a experiência de quando quase morreu quando teve uma overdose durante uma festa, e ainda deu detalhes picantes sobre a relação amorosa com Ashton Kutcher, 41.

Já conhece o Instagram do Yahoo Vida e Estilo? Siga a gente!

Segundo o 'Radar Online’, Demi deu uma festa em sua mansão meses depois de ela se separar do ator, em 2012, e ela ficou fora de si.

Leia também

"Tudo ficou embaçado e eu podia ver a mim mesma de cima. Estava flutuando acima do meu corpo, rodopiando e parecia que essa talvez fosse minha chance: ‘Eu podia deixar a dor e vergonha da minha vida para trás’", disse ela.

Quando começou a convulsionar, paramédicos foram chamados e a levaram para o hospital, onde se recuperou. Ela havia inalado óxido nitroso e fumado maconha sintética. Depois disso, se internou em uma clínica de reabilitação.

Mas não foi só com drogas que Demi se envolveu. De acordo com o tabloide inglês, em outro trecho ela revela que Ashton Kutcher a fez voltar a beber após 20 anos. Eles foram casados por sete anos.

E por falar no astro, ele também é citado em outro momento do livro. De acordo com o site, a atriz revela ter passado por duas noites de sexo a três, com ele e mais uma mulher, para satisfazer fetiches do ex-marido. E que isso foi o seu pior erro, já que ela conta que foi traída por ele.