Demi Lovato vai cantar o hino nacional americano na final do Super Bowl em Miami

***ARQUIVO***SÃO PAULO, SP, 22.04.2014 - A cantora americana Demi Lovato posa para sessão de fotos antes da entrevista coletiva no Citibank Hall, em São Paulo. (Foto: Eduardo Knapp/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A cantora Demi Lovato, 27, foi a artista escolhida para cantar o hino nacional dos Estados Unidos na final do Super Bowl, que é a decisão do futebol americano assistida por milhões de pessoas ao redor do planeta.

A final da competição ainda não tem times definidos, mas acontecerá em Miami, no próximo dia 2 de fevereiro. 

A confirmação da notícia chega dois dias depois de uma outra confirmação por parte de Demi: ela vai cantar no Grammy 2020, dia 26 de janeiro. Essa será a volta dela aos palcos. Demi Lovato sofreu uma overdose em 2018. A cantora foi achada desacordada, um pouco antes do meio-dia (horário local), em uma casa no bairro Hollywood Hills, e encaminhada ao hospital.

Em fevereiro de 2019 Demi teve uma recaída e voltou a se internar para tratar do vício em álcool e drogas.

Já a apresentação do famoso show do intervalo será de Shakira e Jennifer Lopez no Super Bowl. Cantar no intervalo da final do torneio é um presente para qualquer artista. Já tiveram esse privilégio nomes como Maroon 5 (2019), Justin Timberleake (2018), Lady Gaga (2017), Coldplay, Beyoncé e Bruno Mars (2016), dentre outros. Michael Jackson, em 1993, fez uma apresentação lendária lembrada até hoje.