Delegados oferecem R$ 27 mil por informações do suspeito de roubar cães de Lady Gaga

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O U.S. Marshals Service —Serviço de Delegados dos EUA— anunciou nesta semana uma recompensa de US$ 5.000 (cerca de R$ 27 mil) para quem levar informações que ajudem a prender o homem acusado de roubar os dois buldogues franceses da cantora Lady Gaga, 36, que foi acidentalmente liberado.

James Howard Jackson, 19, estava detido em uma prisão de Los Angeles, e foi libertado em abril. Ele foi acusado de tentativa de homicídio e roubo em segundo grau por atirar no funcionário que passeava com os cães da cantora e roubar os animais.

Segundo um comunicado da agência a imprensa, repercutido pelo jornal The New York Times, o homem foi libertado "erroneamente da custódia" por causa de um "erro administrativo". "Jackson deve ser considerado armado e perigoso", continua o texto. "Qualquer pessoa com informações sobre seu paradeiro deve entrar em contato com a polícia imediatamente."

Ryan Fischer, o funcionário que foi baleado no ataque —que ocorreu em fevereiro—, disse em uma publicação no Instagram que Jackson deveria se render. "Peço que Jackson se entregue às autoridades para que a resolução do crime cometido contra mim siga seu curso, seja qual for o resultado que os tribunais determinarem", escreveu ele.

Jackson estava sob custódia há quase um ano, sob uma fiança de mais de US$ 3 milhões. Ele foi preso junto a outros quatro suspeitos no ano passado, depois que o passeador de cães, Fischer, foi baleado no peito por resistir a dois homens que tentavam levar os cães de Gaga, em fevereiro de 2021. Fischer sobreviveu à bala e os dois cães foram recuperados.

Segundo o site TMZ, o passeador de cachorros de 30 anos foi alvejado na noite do dia 24 de fevereiro. Ele estava com três cachorros da artista: Koji, Miss Asia e Gustavo. Embora dois tenham sido roubados, o terceiro, Miss Asia, correu, mas depois foi recuperado.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos