Dedé Santana diz que Regina Duarte merece respeito e Bolsonaro "é muito legal"

Dedé Santana. Foto: reprodução/Instagram/dedesantanaoficial

Amigo de Regina Duarte, o comediante Dedé Santana comentou a polêmica nomeação da atriz para a Secretaria Especial da Cultura, que provocou forte reação do meio artístico. O ex-integrante dos Trapalhões comentou ainda sua proximidade com o presidente Jair Bolsonaro, de quem já foi vizinho.

Já conhece o Instagram do Yahoo Vida e Estilo? Segue a gente!

“Acho que ela vai arrumar muita briga com isso, muita dor de cabeça. Só de levantar a bandeira do Bolsonaro ela arrumou 500 inimigos no meio. O próprio Zé de Abreu está malhando ela”, afirmou o humorista de 83 anos, em entrevista à colunista Monica Bergamo, da “Folha de S. Paulo” neste domingo (9).

Leia também:

Dedé pediu consideração ao legado da intérprete. “A gente tem que respeitar [Regina]. Ela é o mito da TV. Pra mim, o Pelé da televisão chama-se Regina Duarte. Ela foi namoradinha do Brasil não é à toa. Ela começou essa merda tudo em preto e branco, ralando. Pô, tem que valorizar”, disse.

Sobre o presidente, o comediante disse que o conheceu por intermédio de Paulo Cintura, ex-Escolinha do Professor Raimundo, ainda antes das eleições. “Sou muito amigo do Cintura, e o Cintura é muito amigo do Bolsonaro. Eles andam juntos o tempo inteiro. Vão à praia, à feira, ele faz ginástica com o Bolsonaro. E fui vizinho do Bolsonaro”, contou.

Os dois logo se aproximaram. “Ele [o presidente] é muito legal. Fui várias vezes à casa dele. Ele conversa assim: ‘Porra, Dedé, caralho, bicho, tô fodido aqui’. É um cara, assim, povão mesmo”, opinou.

Na entrevista, Dedé ainda lembrou o início da carreira no circo e o sucesso ao lado de Didi, Mussum e Zacarias na TV. Criticou, ainda, o “politicamente correto”.

“A gente brincava com bicha, mas não era pra sacanear. Era brincadeira. Hoje não pode. Como vou falar ‘um negão’? Não dá!. Hoje tem que falar afrodescendente. Pra pedir um doce eu me policio. ‘Me dá uma nega maluca’. Porra, [se eu disser isso] tô em cana. Tem que falar: ‘Me dá uma afrodescendente desmiolada!’ [risos]”, declarou.